Automotive Business
  
Siga-nos em:

Notícias

Ver todas as notícias

Indústria | 10/02/2015 | 13h25

Brasil recicla 89 milhões de pneus em 2014

Volume equivale a 445 milhões de toneladas, 10% a mais do que em 2013

REDAÇÃO AB

89 milhões de pneus inservíveis, aqueles que não têm mais condições de rodagem ou reforma, foram destinados à reciclagem em 2014, equivalente a 445 mil toneladas, 10,15% a mais do que o volume recolhido no ano anterior, segundo a Reciclanip, entidade ligada à Anip, Associação Nacional da Indústria de Pneumáticos.

“A previsão de investimento para 2015 é de R$ 105 milhões, valor superior aos R$ 99 milhões investidos no ano passado. Esses recursos são utilizados para os gastos logísticos, que hoje representam mais de 60% dos nossos pagamentos, e também para todos os investimentos na destinação correta”, estima Alberto Mayer, presidente da Anip e da Reciclanip.

A organização mantém o serviço de coleta desde 1999 e hoje conta com 834 pontos de coleta espalhados em todos os estados do País, além do Distrito Federal, com uma média de 70 caminhões transitando diariamente. Mayer lembra que em 2014 a operação completou 15 anos de atividades, sem interrupções. “É muito importante que o que o consumidor tenha a consciência de não levar pneus velhos pra casa. Sempre que ele comprar um pneu novo, ele deve deixar seu pneu inservível na loja, que tomará as providências necessárias para que o pneu chegue até nosso ponto de coleta.”

Desde que as fabricantes se uniram para iniciar o serviço de logística reversa foram investidos R$ 700 milhões no programa de coleta, que evita que os pneus sejam descartados no ambiente e causem entupimentos de redes de esgoto e enchentes, poluição de rios, além de ocupar grandes espaços nos aterros sanitários: “Podem ainda ser foco para a reprodução do mosquito da dengue e se queimados de forma inadequada, geram poluição atmosférica”, completa Mayer.

O presidente também alerta para a importância da coleta por todas as empresas que fornecem e vendem seus pneus no Brasil: “Infelizmente nem todos os importadores procedem de forma igual à indústria do País, o que já criou um passivo ambiental superior a 200 mil toneladas de pneus inservíveis não recolhidos, de acordo com os dados do Relatório de Pneus do Ibama”, cita. “A Reciclanip vem superando anualmente as metas estabelecidas pelo Ibama, o que cria um custo adicional para os fabricantes. Ao não efetuar o recolhimento e destinação adequada, o importador cria concorrência desleal com a produção nacional, pela redução de seu custo com esta operação.”

A Reciclanip dispõe uma lista dos endereços dos pontos de coleta de pneus em www.reciclanip.org.br.



Tags: Reciclagem, pneus, Reciclanip, Anip.

Comentários

  • Cleber Martins

    É de grande oportunidade esclarecer para a população o destino correto dos pneus usados,isto também vale para os produtos usados de qualquer natureza,tem que conhecer ,e colocar em prática a reciclagem e preservar o planeta para as novas gerações,Parabéns pela iniciativa.

  • CLÁUDIOGOMES RABELO

    Parabénspela iniciativa, é de suma importancia a reciclagem e reaproveitamento dos milhares pneus que são descartados todos os dias em nosso país.Estou realizando um trabalho acadêmico sobre esse tema,acho que o governo deveria criar politicas públicas e conceder incentivos fiscais para as empresas que investisse nesse processo de logistica reversa, com certeza mais empresas iriam aderir a esse negocio e consequentemente irá gerar empregos e o mais importante preservar o meio ambiente.

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

ABTV

AB Inteligência