Automotive Business
  
ABLive

Notícias

Ver todas as notícias

Mercado | 10/02/2015 | 16h55

Ford já vendeu 50 mil unidades do Novo Ka

Montadora alcançou a marca apenas cinco meses após lançamento

REDAÇÃO AB

Apenas cinco meses após ser lançado, a Ford alcança com o Novo Ka a marca de 50 mil unidades comercializadas no Brasil. No mês de janeiro o compacto vendeu 8.227 unidades e figurou entre os primeiros do ranking, após bater recorde de vendas em dezembro.

Segundo o gerente de marketing da Ford, Oswaldo Ramos, os bons resultados seguidos refletem que o carro caiu no gosto do brasileiro, mesmo com as dificuldades que o setor enfrenta atualmente. “O Novo Ka mostrou vigor apesar das oscilações do mercado. Poucos carros alcançaram uma aceitação tão rápida entre os consumidores logo após seu lançamento”, comemorou.

Com as opções hatch e sedã e seus dois motores flex 1.0 e 1.5, o carro de entrada da Ford conta com boa lista de itens de série - como direção elétrica, ar-condicionado, travas e vidros elétricos dianteiros e rádio com Bluetooth. Lançado em agosto de 2014 (leia aqui), o Ka foi o primeiro da categoria a apresentar equipamentos como controle eletrônico de estabilidade e tração, assistente de partida em rampa e sistema de conectividade Sync com assistência de emergência e AppLink.

“O Novo Ka está sendo um divisor de águas para a Ford aqui no Brasil. É um produto de volume que traz uma proposta inovadora de tecnologia para o segmento de entrada e com padrão de qualidade global”, completa Ramos.

A versão sedã do modelo também alcançou um marco: 10 mil unidades emplacadas.



Tags: Ford, Novo Ka, Ka+, vendas, resultado.

Comentários

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

ABTV

AB Inteligência