Automotive Business
Siga-nos em:
AB Inteligência

Notícias

Ver todas as notícias

AB | 12/02/2015 | 10h42

A nova dinâmica da cadeia de suprimentos

Executivos de compras debatem tendências no Fórum da Indústria Automobilística

REDAÇÃO AB

Edvaldo Picolo, gerente executivo de compras da Volkswagen do Brasil, e Erodes Berbetz, diretor de compras da Mercedes-Benz do Brasil, confirmaram a presença no painel de debates “A nova dinâmica da cadeia de suprimentos”, que ocorrerá durante o VI Fórum da Indústria Automobilística, promovido por Automotive Business dia 6 de abril, no Golden Hall do WTC, em São Paulo. Eles estarão ao lado dos diretores de compra da Ford, João Pimentel, e da Fiat Chrysler, Antonio Filosa, para avaliar as novas tendências na cadeia de suprimentos ante o novo cenário econômico e as exigências trazidas pelo Inovar-Auto, para elevação do conteúdo local dos sistemas automotivos.

Stephan Keese, diretor da Roland Berger especializado no supply chain automotivo, também participará do painel de debates. Em conversa com Automotive Business, ele admitiu que os cenários para a indústria automobilística não são nada favoráveis no momento e antecipou, na melhor hipótese, a perspectiva de uma estagnação do mercado este ano. Ele antevê que as coisas não serão fáceis para montadoras e autopeças também em 2016, ficando a recuperação do setor para 2017.

A Anfavea revela mais otimismo e antecipa um empate técnico entre os resultados obtidos em 2014 e os esperados para 2015. A entidade espera uma redução no volume de veículos importados e aposta em um avanço nas exportações, com a relação cambial mais favorável que se desenha.



Tags: Fiat, Ford, Mercedes-Benz, Volkswagen, compras, cadeia de suprimentos.

Comentários

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

AB Inteligência