Automotive Business
Siga-nos em:
AB Inteligência

Notícias

Ver todas as notícias

Mercado | 20/02/2015 | 16h45

Brasileiro cada vez mais procura veículos na internet

Aumento nas buscas foi de 33% mesmo com dificuldades no mercado automotivo

REDAÇÃO AB

O mercado de veículos novos com retração de 6,7%em 2014 não foi suficiente para impedir que as buscas na internet por carros crescessem 33,2% em 2014, segundo levantamento feito pelo portal WebMotors. O interesse por carros usados se refletiu em aumento de 55% do total das buscas e o por modelos zero-quilômetro avançou 26,4%.

Segundo dados fornecidos pelo WebMotors, maior portal brasileiro de transações on-line de veículos, a mudança de comportamento se reflete também no mercado automotivo, já que a quantidade de ofertas no site subiu 11,6% em relação ao ano anterior. O levantamento registrou ainda que 96% das pessoas que compram um automóvel pesquisam na internet antes da aquisição.

Fernanda Lagroteria, responsável pelas áreas de produtos e marketing do WebMotors, diz que hoje o consumidor chega à concessionária sabendo até mais que o vendedor. “A tomada de decisão passa por uma pesquisa na internet, seja para saber mais sobre o produto, seja para ter ideia dos preços praticados pelo mercado”, analisa a executiva.

O aumento de usuários via celular tem contribuído para essa expansão do on-line, já que o consumidor consegue anunciar e vender seu veículo apenas usando o smartphone. “O interessado em comprar um carro também consegue ter acesso a mais de 200 mil ofertas na palma da mão, através do celular”, afirmou Lagroteria.



Tags: Carros, internet, webmotors, online, mobile, celular.

Comentários

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

ABTV

AB Inteligência