Automotive Business
Siga-nos em:
AB Inteligência

Notícias

Ver todas as notícias

Autopeças | 23/02/2015 | 16h30

ZEN é premiada melhor fornecedora da indiana Comstar

Fabricante brasileira tem atuação global e é uma das maiores exportadoras no setor

REDAÇÃO AB

A ZEN, fabricante brasileira de impulsores de partida, recebeu o prêmio de melhor fornecedora em 2014 da empresa indiana Comstar, fornecedora de motores de partida e alternadores para automóveis e veículos comerciais. As empresas são parceiras desde 2008.

De acordo com o diretor global de vendas e marketing da ZEN, Nelson Bastos, em 2014 a companhia brasileira teve 56% de seu faturamento proveniente de vendas ao mercado externo. “Com essa premiação, a empresa atesta que é uma das maiores exportadoras de autopeças do Brasil e também no desenvolvimento de processos e produtos para o mercado global”, comemora o executivo.

A Comstar, uma das principais fornecedoras de motores de partida e alternadores para a Ford, equipa seus produtos em veículos comercializados nos Estados Unidos e em países da Europa e Ásia. Com 20 anos de existência, a sistemista possui duas unidades de produção: uma em Chennaí, na Índia, e outra em Tecumseh, nos Estados Unidos.

A ZEN, maior fabricante de impulsores de partida do mundo, tem participação de mercado nos segmentos original (OEM) e de reposição (aftermarket) na América do Sul, América do Norte, Europa, Ásia e África. A empresa brasileira foi fundada em 1960, em Brusque (SC), e atua no segmento de autopeças para as linhas leve e pesada. A fabricante produz anualmente cerca de 15 milhões de componentes por ano, para mais de 2 mil modelos de veículos automotores.



Tags: ZEN, Comstar, impulsores de partida, Nelson Bastos, motor de partida.

Comentários

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

ABTV

AB Inteligência