Automotive Business
Siga-nos em:
AB Inteligência

Notícias

Ver todas as notícias

Indústria | 10/03/2015 | 16h10

Audi projeta novo recorde de vendas para 2015

Companhia quer entregar 2 milhões de carros em todo o mundo

GIOVANNA RIATO | De Ingolstadt (Alemanha)

A aquecida demanda por veículos premium deve estimular a Audi a alcançar novo recorde de vendas este ano, com o emplacamento de 2 milhões de carros globalmente. Esta é a expectativa do CEO da companhia, Rupert Stadler, que divulgou os resultados da fabricante alemã em 2014 e as perspectivas para 2015, durante a conferência anual de imprensa da empresa na terça-feira, 10.

“Queremos crescer mais do que o mercado global, com expansão em todas as regiões”, diz Stadler. A boa perspectiva é sustentada apesar de a empresa reconhecer que o cenário ainda não é de estabilidade para este ano. “As condições gerais para a indústria automobilística permanecem desafiadoras. Embora a economia global tenha crescido 2,7%, a situação de várias regiões importantes permanece desigual”, afirma o executivo.

Em 2014 a companhia alcançou seu melhor volume de vendas de todos os tempos, com 1,74 milhão de carros negociados globalmente, volume 10,5% maior que o registrado em 2013. O resultado rendeu faturamento de € 53,78 bilhões, com expansão de 7,8%. O lucro operacional, que contabiliza apenas a atividade principal da companhia, evoluiu expressivos 12,5% no ano passado, para € 5,99 bilhões. Já o lucro líquido teve alta de 10,3%, para € 4,42 bilhões. Com isso, a Audi foi a empresa do Grupo Volkswagen que mais contribuiu com os resultados positivos da companhia.

A Audi destaca que o aumento foi sustentado por consistente crescimento da demanda sobretudo do A3, beneficiado pela chegada da nova geração da versão sedã do modelo. Os SUVs Q3, Q5 e Q7 também tiveram bom desempenho.

Os negócios foram apoiados em ampla expansão do quadro global de funcionários da montadora, que elevou seu time em 7,7%, para 79,4 mil pessoas, e deve contratar mais 6 mil colaboradores em 2015, incluindo os trabalhadores que atuarão na linha de montagem brasileira, em São José dos Pinhais (PR).

Entre os mercados, a China mais uma vez puxou as vendas da companhia, com 578,9 mil emplacamentos e expansão de 17,7% sobre o ano anterior. A Alemanha absorveu 255,5 mil veículos da Audi, com alta de 2,2%. O ranking de maiores mercados da Audi traz em seguida Estados Unidos, Reino Unido e a França.

Apesar do volume baixo, de apenas 12,4 mil unidades, o Brasil ganhou destaque como o país onde a empresa registrou maior crescimento porcentual nos negócios, com evolução de 86,6% sobre 2013.

INVESTIMENTOS

Para Alex Strotbek, membro do conselho da organização responsável pela área de finanças, tanto 2014 como este ano são marcados por investimentos para estruturar a evolução da companhia no médio prazo. Prova disso é que a empresa aprovou o maior aporte de sua história, de € 24 bilhões até 2019. Deste total, 80% irão para as áreas de inovação e desenvolvimento de produtos.

Para este ano está programado lançamento mundial dos novos Q7, R8 e A4. Em 2017 deve chegar aos principais mercados o A8 com direção autônoma, importante salto tecnológico de médio prazo da companhia. O modelo rodará de forma independente em situações específicas, como em rodovias. O condutor assume o volante caso o sistema não tenha autonomia para administrar a situação.

Todas as montadoras avançam em pesquisas e se programam para a chegada de modelos autônomos. O anúncio da Audi é uma resposta ao projeto da Mercedes-Benz, de começar a vender carros com a tecnologia em 2020. A companhia informa que as primeiras unidades deverão chegar ao mercado com preço elevado, mas, à medida que o volume de produção crescer, os custos ficarão menores.

O investimento da Audi nos próximos anos também dará conta de ampliar a gama de produtos dos atuais 52 para 60 modelos. O aumento da oferta vai acontecer seguindo três tendências que a fabricante considera determinantes para os próximos anos: internacionalização, digitalização e sustentabilidade.



Tags: Audi, Rupert Stadler, Alex Strotbek, direção autônoma, A8, A3, Q3, Q5, Q7.

Comentários

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

ABTV

AB Inteligência