Automotive Business
Siga-nos em:
AB Inteligência

Notícias

Ver todas as notícias

Máquinas | 26/03/2015 | 14h05

Case IH lança monitor de produtividade

Aparelho fornecerá dados de colheita em tempo real para operador

REDAÇÃO AB

A Case IH, da CNH Industrial, lança o monitor de produtividade, aparelho destinado a produtores do setor canavieiro que fornecerá aos operadores de colheitadeiras dados em tempo real sobre a colheita. O dispositivo é para uso específico das colhedoras da série A8000.

Projetado especificamente para a cultura de cana-de-açúcar, o monitor irá fornecer informações específicas em mapas de produtividade e será eficiente para análise, manutenção e prevenção da cultura canavieira.

Segundo Fábio Balaban, responsável pelo marketing da Case IH, o produto segue a linha tecnológica da empresa e tem foco na eficiência energética. “Essa é uma tecnologia que gera informações precisas sobre a produção de cada talhão do canavial”, conta. De acordo com Balaban, o sistema informa toneladas de cana por hectare, hora ou até por variedade colhida. “Tudo no decorrer da colheita”, afirma o executivo.

O sistema utiliza células de carga como instrumento de medição do peso da matéria-prima colhida e mensura também o fluxo de cana que passa pela esteira antes de ser lançada ao veículo que vai fazer o transporte até a usina. O software utiliza a combinação desses dados, juntamente com informações sobre a posição geográfica obtida por equipamentos AFS de agricultura de precisão para a criação do mapa de produtividade. Segundo a Case IH, é possível, identificar a variação produtiva da cultura em determinado trecho da fazenda, por exemplo.

No caso da variação produtiva causada por pragas, tanto na planta como no solo, o mapeamento de produtividade possibilita identificar a área exata que precisa de tratamento, economizando com aplicação e também evitando superdosagem em áreas saudáveis.

LIVRO SOBRE MECANIZAÇÃO

A Case IH participou do lançamento do livro Processos Agrícolas e Mecanização da Cana-de-Açúcar, publicação que reúne o registro das melhores práticas e resultados entre todas as atividades canavieiras.

Segundo Guilherme Belardo, gerente de desenvolvimento de produto da Case IH, um dos editores do livro, a ideia surgiu pela necessidade de relatar e disseminar o conhecimento. "As tecnologias foram poucas vezes colocadas no papel na forma de uma publicação, sendo difícil encontrar um livro que aborde todos os processos agrícolas", comenta.



Tags: Case IH, Fábio Balaban, colheitadoras, mercado canavieiro, sucroenergético.

Comentários

  • Luiz Geraldo Mialhe

    Trata-se de um avanço na instrumentação embarcada de colhedoras de cana de açúcar, mas cuja precisão depende principalmente do sensor de massa da materia prima colhida. Para colhedoras de grãos, os esse tipo de sensor demorou um bom tempo até atingir razoável confiabilidade. Antes de tudo é preciso saber qual o grau de precisão do sensor de massa desenvolvido pela CASE, ou seja, se ao indicar 1 tonelada de cana na esteira, lá estará 900 kg ou 1100 kg. Informações que dependem de sensores de rotação, pressão de óleo, temperatura, são mais facilmente operacionalizados em dataloger com resultados de maior precisão. Já sensores de massa (peso de material colhido) que extrapola carga sobre placas sensíveis, o ajuste de confiabilidade não é tão facil assim. Espero que os técnicos da CASE realmente tenham acertado no alvo!

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

ABTV

AB Inteligência