Automotive Business
Siga-nos em:
AB Inteligência

Notícias

Ver todas as notícias

Máquinas | 30/03/2015 | 17h35

AGCO terá laboratório de emissões em SP

Aporte será de R$ 35 milhões em parceria com a Investe São Paulo

REDAÇÃO AB

O Grupo AGCO assinou um memorando de entendimento com a Investe São Paulo, agência de promoção de investimento do governo do estado, que prevê a implantação de um laboratório de controle de emissões a partir de um investimento de R$ 35 milhões na unidade da empresa em Mogi das Cruzes (SP), onde a empresa produz motores e tratores Massey Ferguson e Valtra. Com previsão de iniciar suas atividades em outubro, este será o primeiro laboratório deste tipo no País a funcionar dentro de uma fábrica de máquinas agrícolas e o quarto apto a realizar testes para motores dedicados ao segmento agrícola.

Pelo acordo, o projeto visa desenvolver e homologar motores que irão atender a legislação MAR-1 para os níveis de emissões de máquinas agrícolas, que entra em vigor a partir de 1º de janeiro de 2017 para propulsores de alta potência (acima de 75 kw) e a partir de 2019 para os de baixa potência.

“Com essa iniciativa, a AGCO avança e reforça a postura do grupo em atender constantemente a legislação e se antecipar no cumprimento das novas regras sem acarretar em aumento de custo para o consumidor final. Esse pioneirismo nos torna referência no setor”, afirma o vice-presidente de marketing, pós-venda, gestão de produtos e desenvolvimento de concessionárias AGCO para a América Latina, Bernhard Kiep.

“Estamos orientando a AGCO em questões tributárias e na homologação do laboratório pela Companhia Ambiental do Estado de São Paulo. A nossa legislação é clara e concisa no assunto, o que faz com que sejamos não só o estado mais desenvolvido do Brasil, mas um dos que mais se preocupa com a sustentabilidade ambiental de sua economia”, disse o presidente da Investe SP, Juan Quirós.

Para Ricardo Huhtula, diretor da AGCO Power na América do Sul, o novo laboratório contribuirá com as operações de qualidade, por testar e avaliar os próprios motores logo após sua produção e de forma independente, nos prazos, uma vez que a companhia não dependerá de outros laboratórios e, consequentemente, nos custos, já que não haverá terceirização do teste em protótipos.

“Num primeiro momento, o laboratório realizará testes em motores fabricados na unidade, mas a ideia é que com o decorrer do tempo, os motores sejam testados em Mogi das Cruzes e, depois, transportados para as demais unidades do grupo”, explica Huhtula.



Tags: AGCO, investimento, laboratório, emissões, MAR-1, Investe São Paulo.

Comentários

  • Abner Bessy Seixas

    Orgulho de ter feito parte da elaboração deste projeto.

  • André Serafim

    orgulho de poder fazer parte da fabricação deste motor

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

ABTV

AB Inteligência