Automotive Business
  
Siga-nos em:
AB Inteligência

Notícias

Ver todas as notícias
Renault espera manter participação do Duster

Mercado | 31/03/2015 | 16h30

Renault espera manter participação do Duster

Francesa não faz previsão de vendas mas prega market share igual ao de 2014

VICTOR FRANÇOIS, AB | De Campinas (SP)

Sem dar previsões de vendas e sequer arriscar uma projeção para o Novo Duster, a Renault é bastante reticente quanto à situação do mercado em que chega o novo SUV. Para o diretor de marketing da fabricante, Bruno Hohmann, a instabilidade atual dificulta que se visualize resultados a curto e médio prazo. “Com o mercado do jeito que está não há como passar uma previsão, mas posso dizer que a meta com o novo carro é manter o mesmo market share que a versão antiga teve em 2014”, afirma o executivo. O segmento SUV representa 10,3% das vendas totais de carros no Brasil e o Duster foi o segundo mais vendido em 2014, com 36,2% de participação.

A versão atual do Duster, segundo dados da Fenabrave, vendeu 48.865 unidades no acumulado de 2014 e se manteve como o 18º carro mais vendido do ano e, dentro do segmento, ficou pouco abaixo de seu arquirrival Ford Ecosport. No acumulado do primeiro bimestre de 2015 o SUV da Renault caiu para 21º e emplacou 5.226 unidades, em comparação às 7.802 do mesmo período do ano anterior, quando era o 16º no ranking. O modelo ficou em primeiro na categoria no último trimestre de 2014, superando o EcoSport.

Hohmann reforçou que a Renault pretende manter o carro como o SUV nacional mais barato. “Mantendo o Duster com os preços mais atrativos perante os concorrentes, cria-se um patamar superior dentro do segmento, onde a Renault ainda não atua”, indicou o executivo, que deixou a entender que a montadora pode trazer um novo utilitário para brigar com os concorrentes de preços mais altos. Na Europa a companhia conta com o SUV compacto Captur, até então principal opção para ocupar esse espaço onde a montadora não atua. A vinda do veículo ao País já foi estudada pela francesa (leia aqui), que posteriormente desistiu de trazê-lo para cá.

O executivo aproveitou o evento de lançamento do novo Duster para apresentar a nova assinatura de marca da Renault, “Passion for life”, que representa para a companhia a renovação visual dos modelos lançados recentemente. O logo da empresa também foi redesenhado e apresenta mudanças quase imperceptíveis.

Está previsto para chegar ao País ainda este ano a nova picape da Renault, que estreia no segmento e será montada sobre a mesma plataforma do Duster (igual também à de Logan e Sandero), chamada de Oroch e mostrada ainda como conceito pela fabricante no último Salão do Automóvel de São Paulo (leia aqui).



Tags: Renault, Duster, Novo Duster, Bruno Hohmann.

Comentários

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

ABTV

AB Inteligência