NOTÍCIAS
29/04/2015 | 22h30

Lançamentos

Audi comemora 20 anos de RS no Brasil com dois novos modelos

Alemã prevê produção de 30 mil carros por ano no País até 2020


VICTOR FRANÇOIS, AB | De Mogi Guaçu (SP)

Atualizado em 30/04/2016, às 15h45.

A Audi comemora os 20 anos da vinda ao Brasil da linha superesportiva RS com a renovação de dois modelos, o RS 6 Avant e o RS 7 Sportback, que fazem parte da gama mais cara da montadora e custam, respectivamente, R$ 590.990 e R$ 624.990. A alemã se destacou em 2014 em meio à crise, quando subiu de quarta para segunda marca premium mais vendida no País e prevê fabricação em São José dos Pinhais (PR) de 30 mil carros por ano até 2020.

Os novos bólidos da Audi sofreram algumas alterações no design e mudanças nos faróis, grade e para-choques para ficarem com cara ainda mais nervosa. Ambos contam com propulsor 4.0 V8 biturbo de 560 cavalos, câmbio automático Tiptronic de oito velocidades, e chegam a 305 km/h de máxima, fazendo de zero a 100 km/h em apenas 3,9 segundos. Internamente os dois modelos passam a contar com melhorias nos shift-paddles, nas saídas de ar das aberturas de ventilação e, como novidade, projeção de informações como velocidade no vidro frontal (head-up display).


Audi RS 6 Avant, versão nervosa de station wagon, e Audi RS 7 Sportback, com longo capô do motor, colunas traseiras fluidas e forte inclinação na traseira

O alemão Jörg Hoffman, presidente da Audi no Brasil, celebra os resultados do ano anterior com a projeção de números grandiosos para a marca nos próximos cinco anos. “Dobramos nossas vendas e além de sermos a montadora que mais cresceu em 2014 também dobramos a capacidade de nosso Centro de Distribuição“, comemora o executivo. Já o objetivo de expansão da rede de concessionárias tem prazo mais curto. “Até 2017 teremos 66 lojas. Em 2015 chegamos a 50 espalhadas pelo País”, diz Hoffman.

A Audi começa a fabricar no Brasil antes das previsões iniciais e, em setembro deste ano, seu sedan mais básico, o A3, estará na linha de produção compartilhada com a Volkswagen, em São José dos Pinhais, seguido do crossover Q3, um dos premium mais vendidos no País em 2014, que tem previsão de começar a ser produzido no primeiro trimestre de 2016. O investimento total na produção brasileira é de R$ 500 milhões.


Comentários: 0
 

Comente essa notícia

Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de questões técnicas ou comerciais. Os comentários serão publicados após análise. É obrigatório informar nome e e-mail (que não será divulgado ao público leitor). Não são aceitos textos que contenham ofensas, palavras chulas ou digitados inteiramente em letras maiúsculas. Também serão bloqueados currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.
Seu nome*: Seu e-mail*:

QUEM É QUEM NO SETOR AUTOMOTIVO

Encontre empresas e profissionais do setor.
Confira seus perfis e biografias.

Encontre empresas e profissionais do setor.

Encontre empresas e profissionais de comunicação.

Confira seus perfis e biografias.

COLUNISTAS

ALTA RODA | 18/10/2017
Medidas simples e novos estudos ajudam na redução de emissões de CO2

Esta coluna é apoiada por:

Documento sem título
Advertisement Advertisement Advertisement
AUTOINFORME | 19/10/2017
Hyundai produz em Ulsan 1,5 milhão de carros por ano
DE CARRO POR AÍ | 13/10/2017
Com Jumpy, marca avança em novo território
Novas palavras, expressões e siglas podem levantar dúvidas sobre o futuro
INOVAÇÃO | 15/08/2017
Indústria automotiva precisa abrir os olhos para novas formas de trabalhar
DISTRIBUIÇÃO | 03/08/2017
Marca percorreu caminho árduo e conseguiu destronar a Toyota da 1ª posição
QUALIDADE | 03/07/2017
Rota 2030 terá missão de levar a indústria automotiva nacional até o futuro
QUALIDADE | 23/11/2016
Empresas do setor automotivo precisam atualizar sistema de qualidade até 2018
Indústria | 01/08/2016
Declaração do presidente da FCA evidencia crise no setor de autopeças
Pressão de montadoras adia controle de estabilidade obrigatório
Tecnologia | 23/07/2015
Novas ferramentas de desenvolvimento encurtam caminho para a competitividade
Tecnologia | 13/03/2015
Setor enfrentará grandes mudanças nos próximos anos
MERCADO | 16/01/2015
Utilização do potencial só deve melhorar a partir de 2016
COMPETITIVIDADE | 08/04/2014
Interrupção do crescimento desafia fabricantes