Automotive Business
Siga-nos em:
AB Inteligência

Notícias

Ver todas as notícias
Iveco inaugura campo de provas em Sete Lagoas

Tecnologia | 18/06/2015 | 23h58

Iveco inaugura campo de provas em Sete Lagoas

Pistas de testes avaliam desde leves e pesados até blindado Guarani

SUELI REIS, AB l De Sete Lagoas (MG)

A Iveco abriu mais uma vez as portas de seu complexo industrial em Sete Lagoas (MG) desta vez para apresentar seu novo campo de provas onde passa a fazer a maior parte dos testes e avaliações de seus novos projetos e versões de veículos a serem homologados e produzidos no Brasil. Com investimento total de R$ 24 milhões, o projeto do novo conjunto de pistas, que demorou 4 anos para ficar pronto, desde sua concepção até conclusão, permitirá à montadora testar e validar modelos de todas as categorias, desde os leves, como o Daily, tanto versão de carga quanto de transporte de passageiros, até caminhões médios e pesados, além de ônibus e o blindado Guarani, também produzido localmente.

Com área total de 300 mil metros quadrados, equivalentes a 36 campos de futebol do tamanho do “Mineirão”, o campo de provas é composto por três pistas distintas: a primeira, com 1.650 metros de extensão, é dedicada a testes de alta velocidade para simulação de situações reais de uso a fim de comprovar a funcionalidade e durabilidade dos componentes; a segunda pista, de medição de ruídos, é configurada com asfalto cuja granulometria (gramatura dos grãos) permite a redução de agentes que causam ruídos externos. Esta configuração, aliada a super microfones instalados na pista, simulam a sensação real do ruído do veículo, tornando possível a medição do nível de conforto acústico.

Já a terceira pista traz elementos para testar oito itens fundamentais de segurança, entre eles, freios, suspensão e direção.

“Nossa perspectiva é realizar algo como 3 mil testes por ano, complementando o que já era feito fora do complexo. Isto reduzirá o tempo de validação dos veículos, aumentando o número de testes por ano, além de proporcionar redução nos custos de validação dos caminhões”, afirma Marco Borba, vice-presidente da Iveco para a América Latina.

O campo de provas da Iveco também auxiliará no processo de nacionalização de componentes, uma vez que com suas próprias pistas, a montadora acelerará o ritmo de testes de seus produtos e dos fornecedores. “O campo de provas gera interesse em fornecedores para testar conjuntos e componentes não só para nós, mas também para seus outros clientes”, acrescenta Borba.

Parte deste processo também se dará com o parque de fornecedores que está sendo implantado no complexo industrial de Sete Lagoas, que já conta com oito reservas (prédios). “Teremos então condições também de expandir num prazo bastante rápido”.

O diretor de desenvolvimento de produto da Iveco para a América Latina, Darwin Viegas, afirma que o campo de provas da unidade brasileira é tão estruturado quanto as pistas existentes na filial alemã e italiana. Ele é completo e se soma a uma pista de testes de “fadiga acelerada” que a fábrica possui desde 2011, onde são testados todos os veículos para homologação, no caso de novos produtos.

Por um lado, as novas pistas também complementam o portfólio do Grupo CNH Industrial, que detém, além da Iveco, as marcas Case, New Holland e FPT Industrial. O grupo mantém outros dois campos de prova, um em Sorocaba (SP), próximo à fábrica da Case e New Holland, e um em Curitiba (PR), também em uma unidade fabril CNH. Apesar destas pistas serem mais voltadas para máquinas agrícolas e de construção, a Iveco as utilizava para validar seus produtos, bem como outras pistas disponíveis para testes de pesados, como a de Tatuí (SP), da Ford, e a de Caxias do Sul (RS), da Randon.

Uma vez que esta primeira fase está concluída, ele revela que o próximo passo, ou fase 2, será focado em introdução de mais testes específicos e otimização do que já existe no novo campo.

Além disso, ele não descarta a possibilidade de torná-lo uma unidade de negócio que gere renda para o grupo: “No momento, estamos focados com a nossa própria demanda, que está baseada em um programa de desenvolvimento bastante ambicioso, mas é sim uma possibilidade (atender outras empresas); sem dúvida, é uma visão de futuro”, conclui.



Tags: Iveco, campo de prova, testes, Sete Lagoas.

Comentários

  • Feliciano JR

    Parabéns a IVECO !! excelente atitude !

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

ABTV

AB Inteligência