NOTÍCIAS
12/08/2015 | 20h45

Lançamentos

Lifan X60 2016 mantém preço de R$ 59.990

SUV montado no Uruguai recebeu retoques estéticos e melhorias


MÁRIO CURCIO, AB | De Salto (SP)

As concessionárias Lifan começam a receber a linha 2016 do utilitário esportivo X60. O SUV é montado no Uruguai em regime SKD a partir de kits trazidos de Chongqing, na China. A versão de entrada Talent manteve o preço de R$ 59.990. Mais completa, a Vip tem tabela de R$ 63.990 por causa do teto solar e das rodas deliga leve de 18 em vez de 16 polegadas.

“Esperamos vender cerca de 500 unidades por mês”, afirma o diretor de marketing, Luiz Zanini. A produção no Mercosul inclui o uso de componentes do Uruguai, da Argentina e do Brasil. Pneus, rodas, baterias, chicotes elétricos e vidros são alguns desses itens. “Em valor, o conteúdo local está acima de 50%”, diz o gerente de engenharia, Jean Paul Ricard.

A operação no país vizinho não inclui pintura ou armação da carroceria, mas em 2014 ficou um pouco mais complexa com a abertura de uma linha onde são montados os motores, que no início vinham inteiros da China.

O QUE MUDOU NO MODELO 2016

As alterações no X60 foram pequenas. As mais perceptíveis estão na grade dianteira, que trocou as barras horizontais por verticais, e nas lanternas traseiras, ainda por LEDs, mas com nova distribuição interna. As caixas de roda receberam uma moldura plástica e o motor, uma cobertura. As rodas da versão Vip têm agora 18 polegadas.


Versão Vip (esquerda) tem rodas de 18 polegadas e teto solar. Grade dianteira e lanternas traseiras são diferentes na versão 2016 e as caixas de roda agora têm moldura plástica

O câmbio foi trocado por outro modelo e teve as relações de primeira, ré e do diferencial encurtadas. Ainda não há opção automática nem há previsão de quando chega. Os amortecedores foram recalibrados e as molas a gás da tampa traseira também. Ficou mais fácil abrir e fechar o porta-malas. A nova central multimídia agora utiliza tela sensível ao toque. A Lifan alterou a espuma dos bancos e o revestimento, que ainda é de couro sintético.

COMO É O UTILITÁRIO ESPORTIVO

Automotive Business dirigiu o X60 por cerca de 30 quilômetros em estrada. O carro mantém características como a boa posição de dirigir e o grande espaço para quem viaja no banco traseiro. O porta-malas tem 405 litros. É maior que o do Ford EcoSport (362 litros) e menor que o do Renault Duster 4x2 (475 litros).

O Lifan permanece bem equipado. Tem câmera de ré, sensores traseiros de estacionamento e a central multimídia inclui navegador GPS. O X60 traz também freios a disco nas quatro rodas, sistema Isofix para engate de cadeirinhas infantis. Vidros, travas e retrovisores com acionamento elétrico são todos de série. O ar-condicionado e direção assistida também.

Apesar da mudança na transmissão, o motorista ainda estranha o engate da quinta marcha nas primeiras tentativas, como na geração anterior. As acelerações em segunda marcha são lentas e as retomadas em quarta marcha a 100 km/h também. Para ultrapassar em estrada, boa mesmo só a terceira marcha. O X60 utiliza um motor 1.8 de 16 válvulas e 128 cavalos. Talvez pelo trajeto de nosso primeiro test drive (em 2013 no Uruguai), essa falta de agilidade não havia sido notada antes.

Comentários: 0
 

Comente essa notícia

Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de questões técnicas ou comerciais. Os comentários serão publicados após análise. É obrigatório informar nome e e-mail (que não será divulgado ao público leitor). Não são aceitos textos que contenham ofensas, palavras chulas ou digitados inteiramente em letras maiúsculas. Também serão bloqueados currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.
Seu nome*: Seu e-mail*:

QUEM É QUEM NO SETOR AUTOMOTIVO

Encontre empresas e profissionais do setor.
Confira seus perfis e biografias.

Encontre empresas e profissionais do setor.

Encontre empresas e profissionais de comunicação.

Confira seus perfis e biografias.

COLUNISTAS

ALTA RODA | 18/10/2017
Medidas simples e novos estudos ajudam na redução de emissões de CO2

Esta coluna é apoiada por:

Documento sem título
Advertisement Advertisement Advertisement
AUTOINFORME | 19/10/2017
Hyundai produz em Ulsan 1,5 milhão de carros por ano
DE CARRO POR AÍ | 13/10/2017
Com Jumpy, marca avança em novo território
Novas palavras, expressões e siglas podem levantar dúvidas sobre o futuro
INOVAÇÃO | 15/08/2017
Indústria automotiva precisa abrir os olhos para novas formas de trabalhar
DISTRIBUIÇÃO | 03/08/2017
Marca percorreu caminho árduo e conseguiu destronar a Toyota da 1ª posição
QUALIDADE | 03/07/2017
Rota 2030 terá missão de levar a indústria automotiva nacional até o futuro
QUALIDADE | 23/11/2016
Empresas do setor automotivo precisam atualizar sistema de qualidade até 2018
Indústria | 01/08/2016
Declaração do presidente da FCA evidencia crise no setor de autopeças
Pressão de montadoras adia controle de estabilidade obrigatório
Tecnologia | 23/07/2015
Novas ferramentas de desenvolvimento encurtam caminho para a competitividade
Tecnologia | 13/03/2015
Setor enfrentará grandes mudanças nos próximos anos
MERCADO | 16/01/2015
Utilização do potencial só deve melhorar a partir de 2016
COMPETITIVIDADE | 08/04/2014
Interrupção do crescimento desafia fabricantes