Automotive Business
Siga-nos em:
AB Inteligência

Notícias

Ver todas as notícias

Indústria | 19/08/2015 | 15h36

Venda de pneus a montadoras cai 19,7%

Mercado total recua menos, ajudado pelo segmento de reposição

REDAÇÃO AB

A venda de pneus às montadoras de janeiro a julho somou 8,83 milhões de unidades, resultando em queda de 19,7% ante o mesmo período do ano passado. Em toneladas esse recuo foi ainda maior, 30,7%, refletindo a baixa demanda dos veículos de carga. Os números foram divulgados pela Associação Nacional da Indústria de Pneumáticos (Anip). Nas vendas totais, ajudadas pelo mercado de reposição, as fabricantes instaladas no Brasil repassaram 43 milhões de unidades, registrando leve queda de 0,6%.

A produção local de pneus somou 41,5 milhões e anotou ligeiro crescimento de 2,6% sobre os mesmos sete meses de 2014. Segundo a Anip, a menor venda de pneus de carga diminuiu bastante a rentabilidade do negócio, uma vez que estes são os de maior valor agregado. Também resultou na parada das linhas de várias fábricas.

BALANÇA COMERCIAL

As empresas instaladas no Brasil e associadas à Anip mantêm saldo comercial positivo na balança, com US$ 392,9 milhões nos primeiros sete meses de 2015. Já a balança geral (que inclui importadores sem fábrica) apresenta déficit de US$ 18,4 milhões nos primeiros sete meses por causa das importações de terceiros, num montante de US$ 411,3 milhões.

Veja abaixo as vendas por categoria:

Carga - 4,25 milhões (-18,5%);
Camioneta - 5,6 milhões (-3,4%);
Passeio - 22,24 milhões (6,2%);
Duas rodas - 9,05 milhões (4,9%);
Agrícola - 464 mil (-10,9%);
OTR - 78 mil (-16,7%);
Industrial - 1,37 milhão (10,8%).



Tags: Pneus, Anip, montadoras, reposição.

Comentários

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

ABTV

AB Inteligência