Automotive Business
  
ABLive

Notícias

Ver todas as notícias
Mercedes-Benz e sindicato retomam negociações
Metalúrgicos de São Bernardo do Campo protestam contra demissões na Mercedes-Benz

Trabalho | 27/08/2015 | 15h38

Mercedes-Benz e sindicato retomam negociações

Primeira reunião após início da greve termina sem acordo

REDAÇÃO AB

Atualizada às 19h13

Terminou sem acordo a reunião de seis horas entre a Mercedes-Benz com o sindicato dos metalúrgicos de São Bernardo do Campo (SP) na quinta-feira, 27, a primeira após o início da greve, que nesta mesma data chega ao seu quarto dia (leia aqui). A retomada das negociações foi informada por empresa e sindicato via comunicado. Em nota, a montadora informa que está disposta a encontrar uma solução com os representantes dos trabalhadores a fim de garantir a estabilidade dos empregos por um ano na fábrica, onde são produzidos caminhões, chassis de ônibus, motores, eixos e transmissões.

No comunicado, a empresa volta a reiterar que considera a adoção do PPE – Programa de Proteção ao Emprego – mas defende que são necessárias medidas adicionais de contenção de custos, como a reposição parcial da inflação na recomposição do aumento de salários em 2016, entre outras. “Só assim, a empresa poderá continuar a gerenciar o excesso de pessoas na fábrica gerado pela ociosidade, que hoje é de 50% na unidade, diante da forte crise econômica no País”, diz a nota.

A decisão de retomar as negociações se dá um dia após o protesto dos metalúrgicos na região do ABC Paulista. Na manhã da quarta-feira, 26, os trabalhadores, que estão em greve desde a segunda-feira, 24, realizaram uma manifestação contra as 1,5 mil demissões anunciadas pela Mercedes-Benz.

Segundo o sindicato, cerca de 10 mil pessoas compareceram à concentração, em frente à montadora, às 7h da manhã. De lá, os trabalhadores seguiram em passeata até a Rodovia Anchieta, que liga a capital paulista ao litoral e à região do ABC. Eles pararam em frente à NHK (Rassini Automotive), empresa que aderiu recentemente ao PPE (leia aqui) e de onde retornaram ao local de saída por volta das 10h30.

De acordo com o diretor do sindicato dos metalúrgicos do ABC, Sérgio Nobre, ainda há trabalhadores recebendo os avisos de demissão pelos correios.

Como não houve avanços, o sindicato por sua vez informa que a greve continua por tempo indeterminado. Uma nova reunião entre empresa e trabalhadores está agendada para a sexta-feira, 28, a partir das 14h.



Tags: Mercedes-Benz, greve, sindicato, metalúrgicos, São Bernardo do Campo.

Comentários

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

ABTV

AB Inteligência