Automotive Business
Siga-nos em:
AB Inteligência

Notícias

Ver todas as notícias
Venda de usados será menos burocrática
Da esq. para a dir.: Gilberto Kassab, Luiz Moan e Alarico Assumpção Filho (foto: Mário Curcio)

Legislação | 31/08/2015 | 23h32

Venda de usados será menos burocrática

Registro Renave trará economia de R$ 980 por veículo negociado

MARIO CURCIO, AB

O ministro das Cidades, Gilberto Kassab, e o ministro-chefe da Secretaria da Micro e Pequena Empresa, Guilherme Afif Domingos, anunciaram na segunda-feira, 31, a criação do Registro Nacional de Veículos em Estoque (Renave).

O nome foi dado a um futuro módulo eletrônico que vai extinguir o livro físico de registro e viabilizar a escrituração eletrônica do movimento de entrada e saída de veículos em concessionárias e revendas no momento da negociação de carros usados. O início da utilização do Renave está previsto para 1º de março de 2016 e resultará na redução de gasto de R$ 980 por veículo negociado.

O novo registro foi publicado como deliberação no Diário Oficial em 31 de agosto. Em setembro surgirá como uma nova resolução do Conselho Nacional de Trânsito. A medida resultará em desburocratização, formalização, aumento da segurança do processo e deverá entrar em vigor a partir de março de 2016. As lojas, revendas ou concessionárias que negociam usados poderão fazer o registro de entrada e saída de veículos em estoque por via eletrônica diretamente no órgão de trânsito responsável pelo licenciamento.

“A venda do veículo dará baixa imediata no estoque”, explica Afif Domingos. O presidente da Anfavea, Luiz Moan, declarou: “Esse ato tem imensa validade para nós.” Ele acredita que a medida tende a reduzir o preço final dos usados e que a desburocratização irá facilitar a entrada de veículos de segunda mão como parte do pagamento.

Quando o Renave estiver em uso, no momento em que um consumidor negociar seu usado em um estabelecimento ou entregá-lo como parte da entrada para adquirir outro novo, o simples registro eletrônico feito pela revenda ou concessionária passará a comprovar a transferência de domínio dos veículos.

Com o cadastro, o novo comprador receberá o usado com nota fiscal, com consequente formalização da garantia do produto por três meses. Infrações de trânsito serão atribuídas a quem tiver o domínio do veículo na data em que ocorreram. As transações entre particulares (de uma pessoa física para outra) não terão mudança. O anúncio do Renave foi feito durante o 1º Encontro Estratégico das Lideranças do Setor Automotivo (veja aqui), que também teve a presença de Alarico Assumpção Filho, presidente da Fenabrave.

Na entrevista abaixo, o presidente da Anfavea, Luiz Moan, fala sobre as vantagens do Renave e de um acordo bilateral Brasil-Colômbia:



Tags: Renave, Gilberto Kassab, Guilherme Afif Domingos, Luiz Moan, Anfavea, ministro, Secretaria da Micro e Pequena Empresa.

Comentários

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

ABTV

AB Inteligência