Automotive Business
  
ABLive

Notícias

Ver todas as notícias
Ford faz parceria com Alcoa para uso de mais alumínio em veículos
Picape F-150 será o primeiro modelo da Ford a receber mais peças de alumínio a partir de parceria com Alcoa

Negócios | 22/09/2015 | 13h45

Ford faz parceria com Alcoa para uso de mais alumínio em veículos

Primeiras peças mais leves serão aplicadas na picape F-150 modelo 2016

REDAÇÃO AB

A Ford firmou um acordo de parceria como a Alcoa para o desenvolvimento de novos componentes automotivos com alumínio, que já resulta na criação de uma série de peças mais resistentes, maleáveis, além de leves, a partir do uso da tecnologia Micromill, que produz liga de alumínio mais moldável. A montadora informa que os primeiros projetos serão aplicados em vários componentes da picape F-150 modelo 2016.

“A redução de peso permite oferecer veículos mais eficientes para os clientes. Hoje, a proposta da F-150 é ser a picape capaz de carregar e rebocar mais carga, acelerar e parar mais rápido que o modelo anterior, além de ser mais econômica no consumo de combustível e a parceria com a Alcoa faz parte da nossa pesquisa contínua para a inovação nos nossos veículos”, diz Raj Nair, vice-presidente e diretor de desenvolvimento do produto global da Ford.

Segundo a Alcoa, a tecnologia Micromill é capaz de produzir uma liga de alumínio 40% mais moldável que o alumínio utilizado atualmente pela indústria automotiva. Seu sistema de fundição e laminação é mais rápido e produtivo ao combinar várias tecnologias: enquanto um laminador tradicional leva cerca de 20 dias para transformar o metal fundido em bobina, o novo processo faz isso em 20 minutos. A maleabilidade do alumínio Micromill facilita a moldagem de formas intrincadas, como painéis internos de portas e para-choques. A maior resistência do material também permite o uso de folhas mais finas, sem comprometer a durabilidade.

“Ele é altamente diferenciado, com resistência, peso, maleabilidade e combinações de qualidade de superfície antes impossíveis. Esse alumínio de alta tecnologia dá à Ford um material verdadeiramente de ponta que traz maior flexibilidade no design e melhor desempenho para os veículos, tornando os carros-conceito de amanhã uma realidade”, diz Klaus Kleinfeld, presidente da Alcoa.

A Ford pretende ampliar o uso do Micromill em vários componentes e plataformas de veículos. A expectativa é que a aplicação dessa liga nos carros da marca mais que duplique entre 2016 e 2017.

“O interior das portas é uma das partes mais difíceis na estampagem automotiva”, diz Peter Friedman, gerente global de pesquisa e engenharia avançada da Ford. “A capacidade de produzir essa peça com a nova tecnologia é uma prova real de como esse processo pode beneficiar a indústria automotiva e a Ford em particular, aumentando a nossa capacidade de avançar no design e na eficiência para os clientes.”



Tags: Ford, acordo, Alcoa, alumínio, Micromill, liga de alumínio.

Comentários

  • Gustavo

    Está correto isto, 20 dias? "Seu sistema de fundição e laminação é mais rápido e produtivo ao combinar várias tecnologias: enquanto um laminador tradicional leva cerca de 20 dias para transformar o metal fundido em bobina, o novo processo faz isso em 20 minutos."

  • Gian

    Essa informação está correta mesmo? Reduz o trabalho de 20 DIAS em 20 MINUTOS ? ... redução de 1440% ... uau !!!!

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

ABTV

AB Inteligência