Automotive Business
Siga-nos em:
AB Inteligência

Notícias

Ver todas as notícias
Chevrolet lidera venda a prazo em setembro

Mercado | 26/10/2015 | 16h20

Chevrolet lidera venda a prazo em setembro

Resultado decorre da aceitação do Onix, número 1 em vendas parceladas no ano

REDAÇÃO AB

A Chevrolet foi a marca com maior volume de vendas parceladas em setembro, com 19,5 mil unidades negociadas. O total inclui Crédito Direto ao Consumidor (CDC), consórcios e leasing. No acumulado do ano a Fiat mantém a dianteira, com 201,4 mil veículos leves negociados e pequena vantagem de 2,5% sobre a Chevrolet, com 196,4 mil unidades.

Os números são da Cetip, que opera o maior banco de dados privado de informações sobre financiamentos de veículos do País, o Sistema Nacional de Gravames (SNG). O ranking das montadoras com maior número de vendas a prazo no acumulado do ano repete a ordem observada em emplacamentos até a nona posição. A décima é ocupada pela Jeep em vendas a prazo e pela Mitsubishi em carros lacrados.

A aceitação do Chevrolet Onix explica a boa posição da marca no ranking. O hatch é o carro zero mais vendido a prazo. No período até setembro teve 66,8 mil unidades parceladas, 7,7% a mais do que o Fiat Palio, segundo colocado em vendas a prazo, mas ainda o líder em emplacamentos.

O sedã Chevrolet Prisma também colabora para a boa colocação da Chevrolet. É o oitavo zero-quilômetro mais parcelado no acumulado do ano, com 37,8 mil unidades. O Volkswagen Gol ocupa o quinto lugar entre os carros novos mais vendidos a prazo e mantém o primeiro posto como preferido entre os usados.

Veja abaixo as marcas com maior volume de vendas a prazo:



Tags: Chevrolet, Onix, Fiat, Palio, Hyundai, HB20, Cetip, SNG, VW, Gol, Prisma.

Comentários

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

ABTV

AB Inteligência