Automotive Business
Siga-nos em:
AB Inteligência

Notícias

Ver todas as notícias

Lançamentos | 07/01/2016 | 18h13

Honda sobe preços do City 2016 e novo Accord

Sedã compacto tem poucas novidades, mas ganha mais equipamentos

REDAÇÃO AB

A Honda divulgou o preço do novo Accord, importado nos Estados Unidos, que estará à venda no Brasil na segunda quinzena deste mês os por R$ 156,3 mil, valor R$ 8,4 mil, ou 5,3%, mais alto em relação à versão vendida até o fim de 2015 e ainda disponível em poucas concessionárias. O sedã será vendido apenas na versão EX, com motor V6 de 3,5 litros e 280 cavalos. O carro chega com design completamente novo recebeu diversas melhorias (leia aqui).

Em fevereiro a Honda começa a vender o City 2016, cuja principal alteração é o preço, que está de 5% a 7% mais caro, dependendo da versão, começando em R$ 58 mil e chegando a R$ 77,9 mil – mas o valor pode ir a R$ 78.890 se a escolha for pelo modelo topo de linha ELX CVT com pintura metálica/perolizada. O sedã tem poucas novidades, o design continua o mesmo, mas todas as quatro opções ganharam mais equipamentos e novos detalhes de acabamento.

A versão de entrada, a DX, única com opção de câmbio manual de cinco marchas, ganhou alguns itens de configurações superiores, como chave-canivete, painel de instrumentos e visor do áudio na cor branca, para-brisa degradê, ajuste de profundidade da direção (já contava com ajuste de altura) e retrovisores na cor da carroceria. A versão imediatamente acima, LX com transmissão automática CVT, passou a trazer maçanetas internas cromadas e controle de áudio no volante.

As novidades para o City EX, também com câmbio CVT, são o volante com acabamento em couro e a adição de um apoio de braço central dianteiro com porta-objetos. A topo de linha EXL passou a ter também airbags tipo cortina, totalizando seis bolsas de proteção (dianteiras, laterais e de cortina), e central multimídia com tela de 7” e navegador integrado, que também reproduz a imagem da câmera de ré. O sistema tem entradas USB, micro SD e auxiliar, além de conexão Bluetooth e wi-fi.

No mais, o City continua bastante completo. Toda a linha traz de série direção elétrica, ar-condicionado, sistema de som com Bluetooth, entrada USB e conexão com o telefone celular, acionamento elétrico para travas das portas, vidros e retrovisores externos; volante com ajuste de altura e profundidade, além de chave-canivete com imobilizador. Entre os equipamentos de segurança estão freios com ABS, cintos de segurança de três pontos, encosto de cabeça para todos os ocupantes e pontos de ancoragem para assentos infantis compatíveis com os tipos Isofix e Latch.

O City é equipado com motor 1.5 i-VTEC FlexOne aliado ao câmbio manual de cinco marchas na DX ou automático CVT nas demais versões.

Veja abaixo os preços públicos sugeridos pela Honda e qual foi o aumento em relação à versão 2015:

• City DX MT – R$ 58.000 (+5%)
• City LX CVT – R$ 69.000 (+6,3%)
• City EX CVT – R$ 72.500 (+5%)
• City EXL CVT – R$ 77.900 (+7%)
*Acréscimo de R$ 990 para pintura metálica/perolizada

Tags: Honda, City 2016, Accord, lançamento, preços, reajuste, aumento.


Comentários

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.
AB Inteligência