Automotive Business
  
Siga-nos em:
AB Inteligência

Notícias

Ver todas as notícias
Brasil cai para a sétima posição em ranking global

Balanço | 24/02/2016 | 20h15

Brasil cai para a sétima posição em ranking global

País registra o segundo pior desempenho em 2015, segundo Jato

REDAÇÃO AB

Em 2015 o Brasil caiu três posições no ranking dos maiores mercados globais de veículos leves, perdendo a quarta colocação que mantinha desde 2008 e descendo para a sétima posição, de acordo com dados consolidados da consultoria Jato-Dynamics divulgados na quarta-feira, 24. O País foi ultrapassado no ano passado pela Alemanha, que subiu do quinto para o quarto lugar, seguida pela Índia, de sexto para quinto, e pelo Reino Unido, de sétimo para sexto.

Com o emplacamento de 2.476.981 automóveis e comerciais leves e queda de 25,59% em relação às 3.328.981 unidades de 2014, o País encerrou 2015 com o segundo pior desempenho no ranking dos 20 maiores mercados internos do mundo. Só perdeu para a Rússia, que amargou retração de 35,68%, passando de 2.491.721 emplacamentos em 2014 para 1.602.771 no ano passado, descendo quatro posições no ranking global, da 8ª para a 12ª colocação.

Não houve mudanças no topo do ranking, que continua dominado por China na primeira colocação e alta de 6,44% nas vendas de 2015, seguida por Estados Unidos com crescimento de 5,75% e Japão, que mesmo diante da queda de 9,46% nos emplacamentos conseguiu manter o terceiro lugar entre os maiores mercados globais.

Com o pior desempenho do ano, a Rússia também cedeu terreno e ascenderam no ranking França (de 9º para 8º lugar), Canadá (de 10º para 9º), Coreia do Sul (11º para 10º) e Itália (12º para 11º).

Entre os 14 países com vendas acima de 1 milhão de unidades em 2015, o melhor desempenho foi da Espanha, onde as vendas cresceram 21,9%, para 1,18 milhão, seguida pela Itália, com 1,7 milhão de emplacamentos, que representaram expansão de 15,4%.



FABRICANTES

Mesmo com quedas nas suas vendas, os grupos Volkswagen, Toyota e General Motors sustentaram suas posições nas três primeiras colocações do ranking dos 10 maiores fabricantes de veículos do mundo. Além dos três, o grupo Fiat Chrysler Automobiles (FCA), na oitava colocação, também registrou declínio, todos os outros seis que integram a lista apresentaram crescimento, incluindo Hyundai (4º), Ford (5º), Honda (6º), Nissan (7º), PSA Peugeot Citroën (9º) e Renault (10º).



Tags: Ranking, global, Jato Dynamics, pesquisa, mercados.

Comentários

  • valdir

    Parabéns para o melhor Site de informações automotivas,uma equipe de sucesso.

  • Paulo Roberto Guedes

    O atual mercado brasileiro de automóveis - não incluo aqui os equipamentos de transporte, que ainda têm muito porque crescer - está no tamanho adequado e, agora, compatível com a realidade econômica brasileira. Dadas as atuais circunstâncias políticas e econômicas, e sem que haja um programa de substituição da frota (impossível de ocorrer nos próximos 3 anos, diante da fragilidade fiscal e de caixa do governo), o mercado de automóveis leves ficará próximo das 3 milhões de unidades anuais. E isto, se acontecer, somente por volta de 2020l Sem benesses governamentais e subsídios de toda a espécie, a produção de automóveis leves terá que "conviver" com a realidade de um País mais pobre e com o baixo poder aquisitivo de seu povo. Portanto, creio que a capacidade instalada no Brasil, próximo dos 5 milhões de automóveis por ano, mais do que erro de projeções e estudos, foi fruto de um sonho

  • Carlos Ferrari

    Esqueceram do Mexico?

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

ABTV

AB Inteligência