Automotive Business
  
ABLive

Notícias

Ver todas as notícias
Mitsubishi admite fraude em testes de consumo
Mitsubishi EK Space é um dos carros atingidos pela fraude

Internacional | 20/04/2016 | 17h35

Mitsubishi admite fraude em testes de consumo

Dados manipulados abrangem ao menos 625 mil carros vendidos no Japão

REDAÇÃO AB

A Mitsubishi admitiu na quarta-feira, 20, que funcionários manipularam dados de consumo de pelo menos 625 mil unidades de quatro kei cars, modelos compactos vendidos no Japão com motores até 660 centímetros cúbicos. A fraude afeta também veículos que utilizam a marca Nissan.

Os carros seriam entre 5% e 10% menos econômicos do que o informado e tiveram sua produção e venda interrompidas. De acordo com a Mitsubishi, o problema foi descoberto após a Nissan notar discrepâncias em dados utilizados para calcular a eficiência dos motores.

Os resultados foram transferidos às autoridades japonesas, segundo o presidente da Mitsubishi, Tetsuro Aikawa. Ambas as companhias estudam compensações. O anúncio baixou em 15% o valor das ações da Mitsubishi na bolsa de Tóquio.

Em entrevista coletiva, Aikawa pediu desculpas a consumidores, acionistas e afirmou ainda que o incidente não deve afetar de modo significativo os lucros da empresa por causa da demanda aquecida por veículos em todo o mundo.

"Continuaremos investigando o que ocorreu e quem são os responsáveis”, garante o executivo. A HPE Automotores, que no Brasil representa a Mitsubishi e a Suzuki Automóveis, recorda que os carros envolvidos na fraude nunca foram produzidos nem vendidos aqui.

Este é o primeiro grande escândalo envolvendo uma montadora desde que a Volkswagen admitiu em 2015 a utilização de um software fraudulento instalado em parte de seus motores a diesel.



Tags: Mitsubishi, kei cars, Tetsuro Aikawa, Nissan, HPE, Suzuki.

Comentários

  • Hugenberg Alves passos

    pelo visto o GOLPE se estende aos carros comercializados no brasil tambem, a exemplo do OUTLANDER Diesel, que em sua propaganda diz fazer 19,85 km por litro. É mentira!!!!! o meu o máximo de economia que chegou a fazer foi 9.5 p/litro na ESTRADA 6a7 na rua. E não adianta dizer que é a forma de dirigir, tive duas L200 e elas faziam no asfalto de 9 a 10 km/lt tranquilo, que é de fato o que elas fazem mesmo. O geito vai ser entrar na justiça.!!!

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

ABTV

AB Inteligência