NOTÍCIAS
15/06/2016 | 17h38

Aftermarket

Caoa Hyundai quer ser a 1ª no pós-venda

Empresa prepara um aplicativo para celular e investe nos serviços na rede


GIOVANNA RIATO, AB

Hyundai Premium Services, inaugurado há um ano, é pilar fundamental para atingir meta de oferecer a melhor pós-venda do País
A Hyundai Caoa está empenhada em deixar para trás qualquer escorregada no atendimento no pós-venda que já possa ter acontecido. O primeiro grande sinal deste movimento aconteceu há um ano, quando a empresa investiu R$ 25 milhões na construção do Hyundai Premium Services, centro de serviços responsável por implementar as boas práticas e padrões que a companhia quer espalhar em sua rede de concessionárias (leia aqui). Depois da iniciativa, a meta agora é conquistar o primeiro lugar no ranking de satisfação dos clientes no pós-venda, o Costumer Service Index (CSI), medido pela J.D. Power.

O plano é destronar já em 2017 a Toyota, que tradicionalmente lidera o índice com a melhor performance em serviços. O Hyundai Premium Services é pilar fundamental para que a meta seja alcançada. “O alto investimento aqui não se justifica apenas pelo resultado comercial. O foco é ter uma referência para o resto da rede. Oferecemos treinamento, mostramos práticas, fluxo e atendimento”, enumera Rogério Gonzaga, diretor de pós-venda da companhia.

Ele assumiu o posto em 2014 com a meta de melhorar a eficiência desta área e "mimar" o consumidor, provocar o tão buscado “efeito ual” ao surpreender o cliente com um atendimento melhor do que o esperado. As referências não estão apenas no setor automotivo. Empresas como Nespresso, conhecida por seu bom serviço, servem de exemplo. “Essa água, por exemplo, eu decidi implementar aqui depois de ver no valet do shopping JK Iguatemi”, conta, apontando para a garrafa com o logo da Hyundai Caoa que é colocada geladinha no console central quando o carro é devolvido para o cliente depois do serviço.

Em breve, na entrega do veículo, os clientes receberão ainda uma carta assinada por Gonzaga, que se colocará à disposição para resolver qualquer problema que possa ter surgido no Hyundai Premium Services. O espaço passa longe do visual caricato de uma oficina. Além da limpeza e cuidado da operação, a recepção oferece café e lanches sem cobrar nada a mais por isso. Se precisar checar o e-mail enquanto espera, o consumidor pode usar o wifi gratuito do espaço. Uma placa na parede revela o nome do gerente do espaço e deixa ainda o celular dele. Precisando é só ligar.

Ao longo do primeiro ano da operação foram feitos ali 20 mil atendimentos. Surpreendentemente, o resultado comercial, apesar de não ser a primeira meta, é bastante positivo. “Já atingimos o breakeven. Para o payback ainda falta porque investimos muito”, diz, mostrando que o empreendimento já chegou ao ponto de equilíbrio, em que as receitas cobrem os gastos do negócio. O patamar foi alcançado mesmo sem a operação a plena capacidade. Do potencial de 3 mil atendimentos por mês, são feitos ali apenas 2 mil. “A ideia é mesmo o trabalho escalonado, pouco a pouco, senão não conseguiremos oferecer a excelência que buscamos”, esclarece.

EM BUSCA DA SATISFAÇÃO TOTAL

O atendimento-modelo do Hyundai Premium Services começa a ser implementado na rede de concessionárias. A empresa tem meta elevada de índice de satisfação de 935 pontos. “Acho que é a mais alta de toda a indústria.” Nas medições da Caoa, foi possível superar este patamar em vários meses no empreendimento, como em maio, quando o nível chegou a 965 pontos. Das casas da rede, 70% já incorporam a metodologia de gestão de processos.

A companhia estuda novos centros de serviço em outras regiões do Brasil. Rio de Janeiro (RJ), Recife (PE) e Porto Alegre (RS) estão entre as cidades candidatas a receber uma operação do gênero. Outra iniciativa é o lançamento de um aplicativo para os clientes da empresa, ação inédita na indústria nacional.

O app está em fase final de testes e deve ser lançado em breve. Com o recurso no celular, os consumidores poderão agendar serviços e atendimento. A empresa poderá ainda enviar notificações quando chegar perto do prazo de uma revisão, por exemplo. “O nosso público é muito conectado. Algumas vezes eu não consigo alcançar a excelência no atendimento por telefone, mas posso garantir isso na resposta pelo aplicativo”, aponta.

Comentários: 1
 

Wagner Pereira
17/06/2016 | 09h20
Parabéns ao Grupo Caoa pela iniciativa. Sinceramente espero que. Alcancem seu objetivo. Sou gerente da área de pós-vendas e sei dos obstáculos que as concessionárias enfrentam em seu dia-a-dia internamente para poder superar ao menos em partes as expectativas dos clientes. Em um primeiro momento o trabalho tem que ser realizado internamente, na equipe, aplicando uma mudança de cultura chamando a atenção e fazendo com que os colaboradores entendam finalmente o real motivo de suas contratações. Muitos, infelizmente a maioria atuam com focos egoistas e pessoais se esquecendo que estão na equipe justamente para atender as necessidades dos clientes e não as suas necessidades. Foco total no cliente!

Comente essa notícia

Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de questões técnicas ou comerciais. Os comentários serão publicados após análise. É obrigatório informar nome e e-mail (que não será divulgado ao público leitor). Não são aceitos textos que contenham ofensas, palavras chulas ou digitados inteiramente em letras maiúsculas. Também serão bloqueados currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.
Seu nome*: Seu e-mail*:

QUEM É QUEM NO SETOR AUTOMOTIVO

Encontre empresas e profissionais do setor.
Confira seus perfis e biografias.

Encontre empresas e profissionais do setor.

Encontre empresas e profissionais de comunicação.

Confira seus perfis e biografias.

COLUNISTAS

ALTA RODA | 15/11/2017
Mudança na mobilidade domina discussões do Congresso SAE Brasil

Esta coluna é apoiada por:

Documento sem título
Advertisement Advertisement Advertisement Advertisement
QUALIDADE | 03/07/2017
Rota 2030 terá missão de levar a indústria automotiva nacional até o futuro
QUALIDADE | 23/11/2016
Empresas do setor automotivo precisam atualizar sistema de qualidade até 2018
Indústria | 01/08/2016
Declaração do presidente da FCA evidencia crise no setor de autopeças
Pressão de montadoras adia controle de estabilidade obrigatório
Tecnologia | 13/03/2015
Setor enfrentará grandes mudanças nos próximos anos
DE CARRO POR AÍ | 17/11/2017
Chineses entregam operação brasileira à administração dos brasileiros
INOVAÇÃO | 25/10/2017
Indústria precisa questionar qual será o seu papel no futuro
DISTRIBUIÇÃO | 03/08/2017
Marca percorreu caminho árduo e conseguiu destronar a Toyota da 1ª posição
Tecnologia | 23/07/2015
Novas ferramentas de desenvolvimento encurtam caminho para a competitividade
MERCADO | 16/01/2015
Utilização do potencial só deve melhorar a partir de 2016
AUTOINFORME | 09/11/2017
Luguez firmou parceria com o governo de Ohio
COMPETITIVIDADE | 08/04/2014
Interrupção do crescimento desafia fabricantes
Novas palavras, expressões e siglas podem levantar dúvidas sobre o futuro