Automotive Business
Siga-nos em:
AB Inteligência

Notícias

Ver todas as notícias
Abraciclo pede ajuda ao MDIC para exportar mais
Marcos Fermanian e o ministro Marcos Pereira

Duas Rodas | 14/07/2016 | 19h00

Abraciclo pede ajuda ao MDIC para exportar mais

Fabricantes de motos querem melhor infraestrutura e revisão dos PPBs

REDAÇÃO AB

Os representantes da Abraciclo procuraram o Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços (MDIC) para aumentar as exportações de motos. A associação que reúne os fabricantes instalados em Manaus (AM) procura alternativas para ampliar os embarques em 8,5% neste ano e atingir US$ 200 milhões em vendas, com 75 mil unidades.

A reunião no MDIC ocorreu um dia depois de a Abraciclo realizar uma entrevista coletiva em que divulgou a projeção de 70 mil unidades para o mercado externo até o fim do ano (veja aqui).

No MDIC, o presidente da Abraciclo, Marcos Fermanian, defendeu o fortalecimento de pequenas e médias empresas de motopeças, melhoria de infraestrutura para escoamento da produção e revisão dos Processos Produtivos Básicos (PPBs), um conjunto de regras aplicado a quem produz em Manaus e diz respeito aos índices de nacionalização conforme a cilindrada e volume de produção.

Para estudar as medidas, o ministro Marcos Pereira determinou que a Abraciclo seja incluída no Grupo Técnico Permanente para o incremento da competitividade da Zona Franca de Manaus como plataforma de exportação (GT-ZFM). O Grupo foi criado em 2015 e é coordenado pela Secretaria-Executiva do MDIC.

O Brasil nunca foi um grande exportador de motocicletas. No melhor ano, 2005, o País enviou 184,6 mil unidades ao exterior. No primeiro semestre de 2016 os embarques totalizaram 31,1 mil unidades e registraram alta de 70,7% sobre o mesmo período do ano passado por causa da retomada nos negócios com a Argentina.

O país vizinho é o principal mercado externo para o setor de duas rodas, seguido pela Colômbia, Peru, Estados Unidos e Chile. O setor de duas rodas representa 16,5% do faturamento do Polo Industrial de Manaus e em abril empregava 14 mil trabalhadores, mas pode fechar até 2 mil vagas este ano (veja aqui).



Tags: Abraciclo, MDIC, Marcos Pereira, Marcos Fermanian, PPB, Zona Franca de Manaus.

Comentários

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

AB Inteligência