NOTÍCIAS
02/08/2016 | 16h13

Mercado

Fenabrave refaz projeções de vendas de veículos

Entidade aposta em 2,09 milhões de emplacamentos em 2016


GIOVANNA RIATO, AB

O aprofundamento da queda nas vendas de veículos enfim parece ter chegado ao fim. Ao menos esta é a impressão da Fenabrave, entidade que representa os distribuidores do setor. “O pior já passou”, anunciou Alarico Assumpção Jr., presidente da organização, em coletiva de imprensa na terça-feira, 2. Com base nisso, o executivo anunciou novas expectativas para 2016, que deve terminar com 2,09 milhões de emplacamentos, entre automóveis comerciais leves, caminhões e ônibus. Se a projeção estiver correta, a queda será de 18,2% na comparação com 2015.

-Veja aqui os dados da Fenabrave

“Nos baseamos na melhora de alguns indicadores, como a confiança do consumidor e do empresário, que cresceram com as últimas definições políticas”, avalia. O novo cenário também leva em conta a performance do mercado em julho, quando a média diária de vendas subiu cerca de 10% e os emplacamentos cresceram 5,6% na comparação com junho, para 181,4 mil veículos. O resultado amenizou a queda das vendas acumulada no ano, mas ainda está longe de reverter a contração, que chega a 24,7% nos licenciamentos nos primeiros sete meses de 2016.

A nova expectativa é mais otimista que anterior, anunciada em maio, quando a Fenabrave esperava retração de 20% até o fim do ano. A melhora do panorama se baseia na expectativa de vendas de veículos leves, que tendem a encolher 18%, para 2,03 milhões de unidades. A expectativa anterior era de queda da ordem de 20%. Assumpção aponta que, com o aumento da confiança, o mercado tende a reagir. Esta expectativa não se repete para os veículos pesados.

A Fenabrave projeta a venda de 52,2 mil caminhões, com queda de 27,2%, e de 16,4 mil ônibus, volume 19% inferior ao de 2015. Com isso, o segmento de pesados pode encolher 25,4% no ano, com tombo mais profundo do que o projetado até então, de 22,5%. “Ainda tem pouca carga para ser transportada. Precisamos dar mais alguns passos na economia para estas vendas melhorarem”, diz o executivo, que alerta para a relação estreita entre o crescimento – ou queda – do PIB e as vendas de caminhões.

Tereza Maria Dias, da MB Associados, consultoria econômica da Fenabrave, aponta que a queda parou de se aprofundar, mas a economia ainda está longe do que seria um bom patamar. “O importante é que interrompemos a contração e devemos começar recuperação lenta e gradual, que vai ficar mais consistente em 2017.”




Assista à entrevista exclusiva com o presidente da Fenabrave, Alarico Assumpção Jr.:


Comentários: 1
 

Mario Marcello
03/08/2016 | 19h07
O caminho será o esforço nas exportações ,pois o mercado interno ,recuperação, só daqui a 3 ou 4 anos

Comente essa notícia

Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de questões técnicas ou comerciais. Os comentários serão publicados após análise. É obrigatório informar nome e e-mail (que não será divulgado ao público leitor). Não são aceitos textos que contenham ofensas, palavras chulas ou digitados inteiramente em letras maiúsculas. Também serão bloqueados currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.
Seu nome*: Seu e-mail*:

QUEM É QUEM NO SETOR AUTOMOTIVO

Encontre empresas e profissionais do setor.
Confira seus perfis e biografias.

Encontre empresas e profissionais do setor.

Encontre empresas e profissionais de comunicação.

Confira seus perfis e biografias.

COLUNISTAS

ALTA RODA | 22/03/2017
Honda WR-V, Toyota Corolla e Nissan Frontier estrearam de 13 a 17 de março

Esta coluna é apoiada por:

Advertisement
DE CARRO POR AÍ | 23/03/2017
Especulações sobre venda da FCA tomam o noticiário
AUTOINFORME | 22/03/2017
GM e Ford também aumentaram as vendas no bimestre
QUALIDADE | 21/03/2017
Jovens buscam solução de mobilidade e querem permanecer conectados
Negócios | 08/03/2017
Tecnologia faz parte da receita para sair da crise
INOVAÇÃO | 13/02/2017
Precisamos de bons exemplos que marcaram a história pela capacidade de ousar e criar
QUALIDADE | 23/11/2016
Empresas do setor automotivo precisam atualizar sistema de qualidade até 2018
DISTRIBUIÇÃO | 09/08/2016
Crise pode reduzir negócios no pós-venda ou ser oportunidade para manter clientes mais próximos
Indústria | 01/08/2016
Declaração do presidente da FCA evidencia crise no setor de autopeças
Pressão de montadoras adia controle de estabilidade obrigatório
Tecnologia | 23/07/2015
Novas ferramentas de desenvolvimento encurtam caminho para a competitividade
Tecnologia | 13/03/2015
Setor enfrentará grandes mudanças nos próximos anos
MERCADO | 16/01/2015
Utilização do potencial só deve melhorar a partir de 2016
COMPETITIVIDADE | 08/04/2014
Interrupção do crescimento desafia fabricantes