Automotive Business
  
Siga-nos em:

Notícias

Ver todas as notícias
Venda de pneus às montadoras cai 20,8% no semestre

Indústria | 30/08/2016 | 19h19

Venda de pneus às montadoras cai 20,8% no semestre

Indústria registra queda em todos os segmentos na comparação com 2015

REDAÇÃO AB

As vendas de pneus diretamente para montadoras tiveram queda de 20,8% no primeiro semestre na comparação com igual período de 2015, ao passar de 7,76 milhões de unidades para 6,14 milhões, informa a Anip, Associação Nacional da Indústria de Pneumáticos. No geral, as vendas do segmento recuaram 1,9%, para 35 milhões de unidades, considerando OEM, mercado de reposição e exportações.

Considerando apenas vendas às montadoras, todos os segmentos registraram volumes menores, com destaque para a queda de 66,6% dos modelos industriais, que passaram de 6,2 mil para 1,1 mil unidades em um ano. Os pneus para veículos de passeio tiveram redução de 20%, enquanto o de cargas para caminhões e ônibus resultou em volume 32% menor. Apesar disso, as exportações de ambos os modelos cresceram 41,8% e 24,3%, respectivamente, para 2,7 milhões de leves e 618,7 mil unidades para pesados.

Já no mercado de reposição as vendas de leves tiveram leve recuo de 0,3%, para pouco mais de 12,6 milhões de pneus, enquanto as de pesados subiram 6,2%, para 2,77 milhões, refletindo o bom momento do setor de veículos usados.

No geral, somando vendas às fabricantes de veículos, ao mercado de reposição e exportações, os de passeio fecharam os seus primeiros meses do ano com queda de 0,7%, para 18,9 milhões. Os pneus para veículos de carga somaram 3,79 milhões, volume 2,6% maior que o de mesmo intervalo de 2015.

Ainda sobre janeiro-junho, a produção de pneus no Brasil diminuiu 3,2% no comparativo anual, para um total de 33,5 milhões de unidades.

“Os resultados negativos são reflexos da crise econômica e da baixa competitividade dos pneus nacionais. Por conta dos elevados custos operacionais e tributários no País, a indústria brasileira não consegue oferecer melhores preços, o que acaba limitando a competitividade do produto tanto para o mercado interno quanto para a exportação”, avalia Alberto Mayer, presidente da Anip.

Já a balança comercial do setor foi positiva no fechamento do semestre: a indústria exportou mais do que importou no período em comparação ao ano passado, resultado em saldo positivo de 4,9 milhões de unidades ou US$ 405,2 milhões.

“O País precisa adotar políticas mais competitivas para estimular a indústria nacional e, consequentemente, aquecer a economia. Produzimos produtos de altíssima qualidade internamente, contudo não conseguimos disputar em pé de igualdade com os preços ofertados no mercado externo”, declara. Mayer.



Tags: Pneus, Anip, vendas, montadoras.

Comentários

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

ABTV

AB Inteligência