Automotive Business
Siga-nos em:
AB Inteligência

Notícias

Ver todas as notícias
Venda de usados tem alta de 5,5% em agosto

Mercado | 08/09/2016 | 20h00

Venda de usados tem alta de 5,5% em agosto

Acumulado passa dos 8,6 milhões de veículos, com leve queda de 1,8%

REDAÇÃO AB

A venda de veículos usados registrou alta de 5,5% em agosto. Mais de 1,2 milhão de unidades foram transferidas no mês, o equivalente a 4,6 para cada veículo zero licenciado. No acumulado do ano o volume ultrapassou 8,6 milhões de unidades, com pequena queda de 1,8% ante as transações feitas no mesmo período de 2015. Os números foram divulgados pela Fenabrave, federação que reúne as associações de concessionários.

- Veja aqui os números da Fenabrave

Entre os veículos, somente os caminhões apresentaram variação positiva no acumulado do ano (de 0,21%), com 218,4 mil unidades transferências. Os automóveis e comerciais leves usados que trocaram de mão somaram 6,5 milhões de unidades, anotando retração de 2,1% ante o mesmo intervalo de 2015.

As motos usadas tiveram de janeiro a agosto 1,8 milhão de transferências. A transferência de ônibus soma no acumulado do ano 26,6 mil unidades e queda de quase 4% ante o mesmo período de 2015. Foi a maior retração no período entre os veículos de segunda mão.

De acordo com o presidente da Fenabrave, Alarico Assumpção Júnior, o mercado de seminovos, composto por veículos de até três anos, se mantém aquecido. Segundo ele isso ocorre, porque o distanciamento de preços entre alguns modelos novos e seminovos é pequeno. “Alguns consumidores optam por comprar um seminovo mais completo no lugar de um novo mais simples”, explica.



Tags: Usados, Fenabrave, Alarico Assumpção Júnior, automóveis, comerciais leves, caminhões, ônibus.

Comentários

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

ABTV

AB Inteligência