Automotive Business
Siga-nos em:
AB Inteligência

Notícias

Ver todas as notícias

Balanço | 31/10/2016 | 17h47

GM mais que dobra lucro; América do Sul segue no vermelho

Resultado é puxado por alta expressiva de ganhos na América do Norte

REDAÇÃO AB

A General Motors reportou faturamento e lucro recordes no terceiro trimestre do ano. O resultado líquido global foi de quase US$ 3,5 bilhões, somando de janeiro a setembro US$ 7,6 bilhões, mais que o dobro do valor apurado um ano atrás, em robusta alta de 122% sobre o mesmo período de 2015. As vendas mundiais de 4,6 milhões de veículos subiram apenas 5,4% em nove meses, somando US$ 122,5 bilhões, 8,6% acima do faturado em idêntico intervalo do ano passado. O aumento dos ganhos muito acima da expansão das vendas foi conseguido graças ao expressivo crescimento da rentabilidade na América do Norte.

A divisão GMNA informou lucro antes de impostos e despesas financeiras (Ebit) de US$ 3,5 bilhões no último trimestre e de US$ 9,5 bilhões no ano até setembro, o que significa margem anual de 11,2% e trimestral de 10,8% sobre o faturamento da região que inclui Estados Unidos, Canadá e México. Dos últimos seis trimestres, em cinco a GMNA conseguiu sustentar lucratividade operacional acima de 10%.

O bom resultado no norte da Américas compensou por larga margem a continuação das perdas no sul. A divisão GMSA (South America) apurou novo prejuízo (Ebit) de US$ 121 milhões no terceiro trimestre, que aprofundou a perda aferida de janeiro a setembro para US$ 309 milhões. Ainda assim, o resultado está melhor do que em 2015, quando ao fim de três trimestres a companhia apurou prejuízo de US$ 575 milhões. Segundo a GM, a despeito da crise vivenciada em seu maior mercado na região, o Brasil, cortes de custos e leve aumento de vendas na América do Sul contribuíram para reduzir as perdas em US$ 266 milhões no ano.

Na divisão GMIO, que inclui a China, o Ebit de US$ 271 milhões (+0,74%) no último trimestre fez o resultado anualizado até setembro de US$ 819 milhões cair 17,2% em relação ao mesmo período de 2015. A GM destaca o bom resultado na China, onde opera com duas joint ventures que no último trimestre renderam à companhia lucro de US$ 500 milhões.

Na Europa o balanço segue no vermelho, com prejuízo trimestral de US$ 142 milhões. Mas o resultado anual melhorou bastante, com perda acumulada de US$ 11 milhões de janeiro a setembro, contra US$ 515 milhões um ano antes.



Tags: GM, General Motors, balanço, lucro, resultado, ganhos.

Comentários

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

ABTV

AB Inteligência