Automotive Business
Siga-nos em:
AB Inteligência

Notícias

Ver todas as notícias
General Motors pode perder até US$ 9 mil em cada Bolt vendido nos EUA
Chevrolet Bolt 100% elétrico apresentado no Salão de Detroit nos Estados Unidos

Elétricos | 02/12/2016 | 19h10

General Motors pode perder até US$ 9 mil em cada Bolt vendido nos EUA

Política para veículos de emissão zero ainda causa perdas para montadoras

REDAÇÃO AB

A General Motors deverá perder até US$ 9 mil por unidade vendida do modelo 100% elétrico Bolt nos Estados Unidos. O que parece não ter lógica é o que sustenta este segmento naquele país, política criada na Califórnia, que mantém rigorosos padrões de emissões a ponto de só permitir que montadoras vendam alguns de seus veículos no mercado local. Esta postura tem sido adotada também em outros nove estados, incluindo Nova York e Nova Jersey, e que juntos, respondem por cerca de 30% do mercado norte-americano.

Isso explica em parte porque já existem modelos sem emissões de mais de dez diferentes marcas que já estão nas ruas ou ainda por vir. A maioria ainda causa perdas a seus fabricantes, mas para os consumidores poderá significar descontos ainda maiores, uma vez que a variedade de modelos já representa competição acirrada.

“A ideia de que as montadoras vendem com prejuízo de 40% seus veículos na Califórnia é um absurdo”, afirma o presidente da CarLab, Eric Noble, e consultor da Orange, situada na Califórnia, que estima que a maioria dos carros elétricos perdem pelo menos US$ 10 mil por unidade vendida no estado.

Contudo, a Califórnia, por ser o estado mais populoso do país exerce um poder inigualável - um em cada oito veículos novos foram patenteados lá no primeiro semestre deste ano – e as empresas vão continuar a fabricar modelos elétricos para ter o privilégio de vender o restante de suas linhas naquela região.

Por isso que a indústria está disposta a sofrer perdas de pequena escala. O elétrico da Fiat, o 500e, é fabricado exclusivamente para vendas na Califórnia. O CEO do Grupo FCA, Sergio Marchionne, chegou a dizer que em 2014 a empresa perdeu US$ 14 mil em cada venda. A montadora praticamente está doando o modelo, com uma tarifa de aluguel mensal a partir de US$ 69. Por sua vez, a Nissan anunciou aluguel do seu modelo 100% elétrico Leaf por até US$ 149.

Normas estaduais estão se tornando cada vez mais rigorosas, de modo que veículos de emissão zero terão de alcançar à fatia estimada de 15% das vendas em 2025, cerca de cinco vezes mais do que o nível atual. Com isto, tais políticas estão forçando as empresas a serem inovadoras, avalia o analista sênior do Conselho de Defesa dos Recursos Naturais, Luke Tonachel. “Se você deixar de ser, os fabricantes dos EUA poderiam perder participação de mercado”.



Tags: General Motors, GM, elétrico, Bolt, Estados Unidos.

Comentários

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

AB Inteligência