Automotive Business
Siga-nos em:
AB Inteligência

Notícias

Ver todas as notícias
SUV é a categoria que mais cresceu no mundo em 2016
Nissan X-Trail, também vendido como Rogue, foi o SUV mais vendido em 2016

Mercado | 10/02/2017 | 19h23

SUV é a categoria que mais cresceu no mundo em 2016

Vendas globais de utilitários sobem 20% em um ano, aponta Jato Dynamics

REDAÇÃO AB

A categoria de veículos utilitários esportivos – ou SUV – foi a que mais cresceu no ano passado em todo o mundo, segundo pesquisa da consultoria Jato Dynamics. As vendas deste segmento subiram 20% na passagem de 2015 para 2016, ao registrar o emplacamento de mais de 24,32 milhões de unidades, volume que elevou sua participação no mercado global de automóveis de 25,3% para 28,8% na mesma base de comparação.

- Veja aqui o ranking completo da Jato Dynamics de 2016;
- Leia também Brasil cai para a 9ª posição em ranking global de 2016.
- Veja aqui outras estatísticas em nossa página AB Inteligência.

O levantamento aponta que o modelo mais vendido globalmente entre os SUVs foi o Nissan X-Trail, utilitário compacto que é vendido nos Estados Unidos como Rogue. Contudo, o estudo indica que o modelo que mais evoluiu em participação nas vendas dentro do mesmo segmento foi o Tucson, da Hyundai, cuja nova geração New Tucson lançada em 2015 em mercados internacionais chegou no fim de 2016 ao Brasil, único lugar no mundo onde ainda se vende suas três gerações (leia aqui).

Das dez categorias pesquisadas pela consultoria, metade registrou crescimento das vendas em 2016. Além dos SUVs, as picapes registraram avanço das vendas em 6,1% na passagem anual, com mais de 4,86 milhões de unidades. Tal resultado se deu graças ao contínuo desempenho positivo da Ford Série F, o veículo leve mais vendido dos Estados Unidos, embora a grande surpresa da categoria tenha influência brasileira: a picape Fiat Toro, lançamento global a partir do Brasil, caiu no gosto do brasileiro e de outros mercados, tornando-se o modelo dentro da categoria com maior índice de crescimento em participação nas vendas. Vale ressaltar que os modelos com maior avanço em market share de uma categoria são em sua maior parte lançamentos, uma vez que a comparação anterior parte do zero.

A categoria C, que compreende sedãs e hatches médios no Brasil e Europa e sedãs e hatches compactos nos Estados Unidos, aumentou os volumes em 6% de um ano para outro, com algo em torno das 15,48 milhões de unidades. O mais vendido foi o Toyota Corolla, sendo o Geely Emgrand EC7 com a maior penetração nesta categoria.

Os MPV - multiple-purpose vehicle - sigla para veículos para múltiplos propósitos, geralmente relacionada a minivans, viram os licenciamentos evoluírem 4,8% em 2016, para 7,48 milhões de unidades, em grande parte por causa de seu bom desempenho na China. O modelo Hongguang, da marca chinesa Wuling, desponta como a mais vendida, enquanto o Oushang, da Changan, teve o maior índice de crescimento em participação deste mercado.

A crise também passou longe pela categoria de sedãs de alto luxo, cujas vendas tiveram incremento de 11,7%, para 312 mil unidades. O BMW Série 7 foi o mais vendido e o Genesis G90/EQ900 com a maior penetração.

As demais categorias B (compactos), A (subcompactos), D (sedãs grandes no Brasil e médios nos Estados Unidos), categoria E (sedãs grandes) e esportivos em geral tiveram quedas entre 1,1% e 6,6%.



Tags: SUV, vendas globais, Jato Dynamics, Fiat Toro, categorias, segmento.

Comentários

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

ABTV

AB Inteligência