Automotive Business
Siga-nos em:
AB Inteligência

Notícias

Ver todas as notícias

Segurança | 22/02/2017 | 17h05

BMW faz recall de 2,4 mil no Brasil por falha em airbag

Possível defeito é referente aos componentes fornecidos pela Takata

REDAÇÃO AB

A BMW está convocando os proprietários de 2.406 veículos no Brasil para verificação do airbag do motorista. O recall é referente ao defeito no componente fornecido pela Takata, que já motivou a campanha de milhões de veículos por diversas montadoras em todo o mundo.

Desta vez, são convocados os modelos 320i, 323i, 325i, 325i Coupé, 330i, 330i Cabrio, 525i, 530i, 540i, 540i M Sport, M3, M5 e X5 3.0i e X5 4.4i, fabricados entre 2 de junho de 2000 e 31 de janeiro de 2003. Por meio de comunicado divulgado na quarta-feira, 22, a BMW informa que embora os veículos indicados não tenham sido fabricados com airbags defeituosos, não se descarta a possibilidade de terem sido empregados airbags defeituosos posteriormente à sua fabricação, como peças de substituição.

Desta forma, os veículos podem apresentar falha no funcionamento do airbag do motorista. Em caso de acionamento do airbag em situação de colisão, pode ocorrer a projeção de peças de metal para dentro do habitáculo do carro no momento do rompimento da bolsa do airbag. Tal defeito se deve ao aumento na pressão interna do gerador de gás. Neste caso, há risco de danos físicos e materiais ao condutor, aos demais ocupantes do veículo e a terceiros.

A BMW estima que a substituição do airbag do condutor ocorra em menos de 2% dos veículos convocados. Os serviços serão realizados a partir de 27 de março e o tempo estimado de sua realização é de aproximadamente 25 minutos.

Os chassis envolvidos e não sequenciais são:



Tags: Recall, BMW, airbag, Takata, falha, defeito.

Comentários

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

ABTV

AB Inteligência