Automotive Business
Siga-nos em:
AB Inteligência

Notícias

Ver todas as notícias
Caminhões resistem à decolagem

Mercado | 03/04/2017 | 19h58

Caminhões resistem à decolagem

Queda das vendas chega a 25,5% no primeiro trimestre, aponta Fenabrave

REDAÇÃO AB

As vendas de caminhões não decolam. Os números do primeiro trimestre apontam para uma aprofundada queda de 25,5% dos licenciamentos sobre igual período do ano passado, segundo dados divulgados na segunda-feira, 3, pela Fenabrave, que reúne o setor de distribuição. De janeiro a março os emplacamentos não passaram de 9,7 mil unidades. Em iguais meses de 2016, este volume era de 12,9 mil, quando o setor já verificava uma retração anual de 32,8%. Em resumo, o que já estava muito ruim ficou ainda pior.

- Veja aqui os dados gerais de emplacamentos da Fenabrave
- Veja aqui outros dados da Fenabrave
- Veja outras estatísticas em AB Inteligência.

Considerando apenas o resultado de março, os emplacamentos somaram pouco mais de 4,1 mil caminhões, volume 14,4% abaixo de igual mês de 2016, quando as vendas chegaram a 4,8 mil. Março só foi melhor que fevereiro devido ao maior número de dias úteis, 23 contra 18. Nesta comparação, os licenciamentos foram 58% maiores, uma vez que em fevereiro só foram emplacados 2,6 mil caminhões.

No total, o segmento de veículos comerciais pesados encerrou o primeiro trimestre com queda de 25,3% na comparação com igual intervalo de 2016, passando de 16,3 mil caminhões e ônibus para 12,1 mil.

Isto signfica que o segmento de ônibus também segue com números enfraquecidos: no acumulado do primeiro trimestre as vendas recuaram 24,5% no comparativo anual, para 2,5 mil unidades. Março contribuiu com 1,16 mil chassis, 2,5% menos do que mesmo mês de 2016, embora registre aumento de 80,6% sobre as 647 unidades emplacadas em fevereiro.



Tags: Caminhões, vendas, Fenabrave, ônibus.

Comentários

  • Sandro

    Podiam instalar asas neles, esses teimosos. Ah... jornalistas e seus títulos.

  • Venício Borges

    Com essa política econômica bandida instalada no Brasil, dificilmente as vendas de caminhões irão melhorar. Isso é muito triste e está ficando pior, um pais em que suas riquezas são distribuídas sobres os eixos dos caminhões nesse momento está a ver navios.

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

AB Inteligência