Automotive Business
Siga-nos em:
AB Inteligência

Notícias

Ver todas as notícias

Comerciais | 07/04/2017 | 13h55

Vendas de implementos caem menos no ano

Para os fabricantes, queda menor sinaliza pequena melhora do setor

REDAÇÃO AB

As vendas de implementos rodoviários caíram menos no primeiro trimestre ao fechar o período com queda de 26,8% sobre igual período do ano passado. No acumulado anterior, do primeiro bimestre, os emplacamentos haviam cedido mais de 30%. Desta vez, de acordo com os dados divulgados na sexta-feira, 7, pela Anfir, associação das fabricantes, foram emplacadas 11.445 unidades contra as 15.640 registradas um ano antes.

- Veja aqui os dados do trimestre da Anfir
- Veja aqui outros dados da Anfir
- Veja outras estatísticas em AB Inteligência

Em sua análise, a entidade entende que o porcentual inferior ao registrado no bimestre, um indício de melhora no setor. “São os primeiros sinais de recuperação. Ainda é cedo para afirmar que esse ritmo vai se sustentar, mas eles estão aí”, afirma em nota o presidente da Anfir, Alcides Braga.

Tanto o segmento pesado quanto leve registrou índice menor de queda no acumulado de janeiro a março. As vendas de pesados, que incluem reboques e semirreboques, recuaram 20,2% no trimestre ao emplacar 4,9 mil unidades. No bimestre, a queda havia sido de 22,5%. “O primeiro segmento a dar sinais de recuperação é o pesado porque está ligado aos setores da economia conectados aos grandes negócios, como o agribusiness”, explica Braga.

Os emplacamentos de carrocerias sobre chassis, que compreende o segmento de implementos leves, apresentou recuo de 31%, ao licenciar 6,5 mil unidades contra as 9,4 mil de um ano antes. No bimestre, esta categoria havia apresentado retração de 35%.

Em um levantamento feito a pedido da Anfir sobre quais setores deverão apresentar melhor desempenho no processo de retomada, aparecem quatro destaques: papel e celulose, por conta da demanda externa aquecida; mineração, influenciada pela recuperação no preço do minério de ferro, óleo e gás, suportado pelo aumento da extração e com a melhora no desempenho do pré-sal; e grãos, devido ao aumento da área plantada e a expectativa de novo recorde para a safra.

“Em um momento como o que a indústria atravessa é necessário ter algum norte e são fatores como esses que tendem a influenciar diretamente no desempenho dos negócios da indústria fabricante de implementos rodoviários”, afirma o diretor executivo da Anfir, Mario Rinaldi.



Tags: Implementos, vendas, Anfir, Alcides Braga.

Comentários

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

AB Inteligência