Automotive Business
Siga-nos em:
AB Inteligência

Notícias

Ver todas as notícias
New Holland crescerá 12% a 15% este ano
Nova CR7.90 tem 487 cv de potência máxima e rotor de 22 polegadas

Máquinas | 03/05/2017 | 17h48

New Holland crescerá 12% a 15% este ano

Empresa renova colheitadeiras e confia também na venda de tratores

MÁRIO CURCIO, AB | De Ribeirão Preto (SP)

Com o lançamento de uma linha de colheitadeiras e atualização de produtos, a New Holland vê 2017 com boas perspectivas: “Cresceremos de 12% a 15% este ano”, afirma o presidente mundial da empresa, Carlo Lambro. “Tivemos um primeiro trimestre forte, com o agricultor motivado. Houve um repique em abril por causa dos preços das commodities, o que deixou o mercado apreensivo, mas o dólar vem apresentando comportamento estável. Para o agricultor que exporta isso dá certa confiabilidade”, afirmou o executivo em entrevista coletiva durante e 24ª Agrishow, principal feira agrícola do País que ocorre até o dia 5 em Ribeirão Preto (SP).

O principal lançamento da New Holland é a família CR Evo de colheitadeiras, tipo de máquina que registrou alta de 30% no primeiro trimestre. A linha tem quatro novas versões, com destaque para a CR7.90 (na foto), com motor FPT Cursor de 487 cavalos de potência máxima, rotor de 22 polegadas e tanque graneleiro de 12,3 mil litros.

“No Brasil, uma em cada três colheitadeiras vendidas é nossa”, afirma o diretor para o mercado brasileiro, Alexandre Blasi.

RECORDE MUNDIAL EM COLHEITA DE SOJA

A New Holland registrou o recorde mundial de colheita de soja com uma máquina CR EVO 8.90 em Formosa do Rio Preto (BA). Em exatas oito horas foram colhidos 439.730 quilos, o equivalente a 7.329 sacas do grão. O porcentual de perda registrado foi de 0,5%. Embora a empresa tenha um modelo maior à venda, escolheu a 8.90 “por ser produzida no Brasil”. A máquina recordista é montada em Piracicaba (SP).

TRATORES

A empresa comemora ainda alta de 50% na venda de tratores neste início de ano. A companhia está confiante no mercado desse tipo de máquina por causa da produção de etanol e açúcar e pela perspectiva de produção de 645 milhões de toneladas de cana, com aumento na produção de açúcar e otimismo dos produtores: “Vamos crescer muito nesse setor por ter uma linha bastante completa em tratores”, garante o vice-presidente para a América Latina, Rafael Miotto.



Tags: Agrishow, New Holland, Carlo Lambro, colheitadeiras, Alexandre Blasi, Rafael Miotto.

Comentários

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

AB Inteligência