Automotive Business
Siga-nos em:
AB Inteligência

Notícias

Ver todas as notícias
Trator ou carro autônomo e as barreiras a superar
Comunicação entre trator autônomo e seus implementos também é um ponto a definir

Máquinas | 04/05/2017 | 22h41

Trator ou carro autônomo e as barreiras a superar

Motivos parecidos impedem uso da tecnologia dentro ou fora do campo

MÁRIO CURCIO, AB | De Ribeirão Preto (SP)

Se o trator autônomo já é realidade, seu uso ainda não ocorre na prática por motivos semelhantes àqueles que também impedem a utilização de automóveis sem um motorista responsável por seu comando.

Para ambos ainda é preciso definir os pontos ligados à segurança, as tecnologias a adotar na comunicação intermáquinas e as questões legais, como a quem atribuir a culpa em caso de acidente.

A agricultura em pequena escala é mais um desafio para aplicação da autonomia no plantio e colheita, tanto pelas menores áreas como pelo custo da tecnologia. Dificuldade semelhante ocorre para os automóveis em ambiente urbano apertado, com mais pedestres e ruas estreitas. O "diálogo" entre o trator e o implemento é outro complicador.

O tema foi abordado pela Case IH durante a apresentação de seu trator-conceito autônomo Magnum na 24ª Agrishow, principal feira agrícola do País que ocorre até o dia 5 em Ribeirão Preto (SP).

“São motivos que ainda impedem sua aplicação e por isso ainda não é possível estabelecer uma data para a chegada ao mercado. Mas a maioria das tecnologias que o trator autônomo emprega já está disponível em nossas máquinas”, recorda Christian Gonzalez, diretor de marketing da Case IH, referindo-se, por exemplo, à orientação via satélite que muitas máquinas recebem, e que associada a um piloto automático permite a operação com pequena interferência humana.

Gonzalez afirma que o conjunto de sensores empregado no trator-conceito já caiu de US$ 100 mil para US$ 8 mil. “Deve baixar ainda mais por causa de sua aplicação crescente em automóveis”, recorda Gonzalez. Uma nova etapa de desenvolvimento começa agora na Califórnia (EUA), onde fica a ISI, parceira tecnológica da Case IH. Projetos-piloto para “refinamento” da autonomia serão tocados dentro de uma vinícola.

LANÇAMENTOS NA AGRISHOW

A Case IH guardou para a feira agrícola o lançamento da série de colheitadeiras 230 Extreme. As máquinas utilizam rotor com volume de processamento 35% maior, capacidade de descarga de grãos 41% superior e motor FPT com 584 cavalos, 27 cv a mais que a versão anterior.

Ainda entre os lançamentos a empresa trouxe à Agrishow os tratores Magnum 380 CVT, os novos tratores Steiger e a plantadeira Easy Rider, com manutenção mais fácil pela redução dos pontos de lubrificação.



Tags: Trator autônomo, Agrishow, Case IH, Magnum, Christian Gonzalez, 230 Extreme.

Comentários

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

AB Inteligência