Automotive Business
Siga-nos em:
AB Inteligência

Notícias

Ver todas as notícias
Metalúrgicos da General Motors entram em layoff no próximo dia 5

Trabalho | 16/05/2017 | 19h17

Metalúrgicos da General Motors entram em layoff no próximo dia 5

Programa vai até 4 de novembro e garante emprego para 5 mil em SJC

REDAÇÃO AB

Os metalúrgicos da fábrica da General Motors em São José dos Campos (SP) aprovaram acordo de layoff para 1,5 mil funcionários da unidade, onde são fabricadas a picape S10 e Trailblazer, além de motores e sistema de transmissão. A proposta foi apresentada por representantes da montadora e aceita pelos trabalhadores em assembleia realizada na tarde da terça-feira, 16, com a participação dos dois turnos. Segundo comunicado do sindicato local, todos os empregados do complexo, cerca de 5 mil, terão garantia de emprego até fevereiro de 2018.

O layoff entra em vigor no próximo dia 5 de junho e vai até 4 de novembro. Os 1,5 mil funcionários que entrarão no programa frequentarão cursos de qualificação no Senai e recebrão o salário integral, parte pago pela GM e parte pago pelo governo via FAT ((Fundo de Amparo ao Trabalhador). Todos terão direito ao 13º salário, reajuste conquistado na campanha salarial deste ano e participação nos lucros e resultados (PLR).

De acordo com o sindicato, durante as negociações, a GM propôs abrir layoff, mas sem garantia de emprego, caso que chegou a ser pauta de duas audiências no Tribunal Regional do Trabalho de Campinas. “A luta na fábrica vai continuar, agora pela PLR. Os metalúrgicos também aprovaram a mobilização contra os ataques programados pelo governo. No dia 24, vamos ocupar Brasília contra as reformas trabalhista e da previdência e pela revogação da lei da terceirização”, afirma o presidente do sindicato, Antônio Ferreira de Barros, o Macapá.

Na próxima quinta-feira, 18, o sindicato também apresentará uma pauta de reivindicação para o Grupo de Estudos do Desenvolvimento Econômico Social e Político (Gedesp), em São José dos Campos para pedir que empresários e poder público cobrem da GM o cumprimento do acordo assinado em 2013, que previa investimentos de R$ 2,5 bilhões na fábrica local.



Tags: Metalúrgicos, layoff, General Motors, GM, sindicato, São José dos Campos.

Comentários

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

AB Inteligência