Automotive Business
Siga-nos em:
AB Inteligência

Notícias

Ver todas as notícias
Yamaha Factor 150 ED tem agora freios UBS
Com o UBS a Factor 150 ED foi reajustada em 4,7%

Lançamentos | 24/05/2017 | 16h56

Yamaha Factor 150 ED tem agora freios UBS

Moto passa a custar R$ 8.890 com novo equipamento de segurança

REDAÇÃO AB

A Yamaha Factor 150 ED 2018 passa a ser equipada com o sistema UBS, do inglês Unified Brake System, que promove o acionamento unificado ou simultâneo dos freios dianteiro e traseiro quando se pressiona o pedal direito. A moto tem preço sugerido de R$ 8.890, uma pequena alta de 4,7% sobre a versão sem o item.

O sistema unificado, ou combinado, aumenta a segurança e reduz bastante a distância de frenagem, sobretudo para os motociclistas menos experientes. Ele serve também como alternativa de baixo custo ao sistema antitravamento ABS.

Em dezembro de 2014 o Conselho Nacional de Trânsito (Contran) publicou a resolução 509, que até 2019 tornará obrigatórios os sistemas ABS (para modelos com 300 cc ou mais) ou combinados (nas motos abaixo de 300 cc) para todas as motocicletas produzidas ou importadas.

Essa obrigatoriedade atingiu 10% das motos em 2016. Em 2017 a fatia passou para 30%. Em 2018 serão 60% e em 2019, 100% das motos terão de adotar um ou outro dispositivo. De acordo com a Abraciclo, entidade que reúne fabricantes do setor, a produção atual de modelos com algum dos sistemas está em 32,3%, ligeiramente acima do mínimo estabelecido pelo Contran.

O UBS foi aplicado em uma Yamaha nacional pela primeira vez em junho de 2016, na YS 150 Fazer. Também está no scooter Neo 125 desde setembro do ano passado.

Na Honda, essa mesma tecnologia recebe o nome CBS, de Combined Brake System, ou freio combinado. Em sua linha nacional foi aplicada pela primeira vez em 2009 no scooter Lead. Em 2014 tornou-se item de série na CG 150 Titan.

Como se sabe, numa motocicleta com freios convencionais, o dianteiro é acionado pela mão direita e o traseiro com o pé direito. O sistema CBS foi desenvolvido a partir de pesquisas que apontaram um vício comum entre motociclistas, o de frear apenas com a roda traseira, o que pode resultar em uma distância de parada de mais de 14 metros se a moto estiver trafegando a 60 km/h.



Tags: Yamaha, Factor, YS 150 Fazer, Neo 125, UBS, ABS, CBS, Honda, Lead, Titan, Contran.

Comentários

  • JadilsonLima

    Acreditoque o sistema cbs ou ubs de freios seja muito bom se atenderem às porcentagens sugeridas para frenagem, que são 70% para o dianteiro e 30% para o traseiro, ou seja, o piloto, mesmo viciado em frear com o pé, perceberá resposta mais precisa no dianteiro, o que o fará não forçar o pé na hora da frenagem. Esse é apenas o meu ponto de vista neste momento.

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

AB Inteligência