NOTÍCIAS
08/06/2017 | 11h53

Lançamentos

Novo Ford EcoSport chega ao Brasil em agosto

Modelo é a principal novidade da marca no Salão de Buenos Aires


SUELI REIS, AB | De Buenos Aires (Argentina)

Atualizado às 18h10 para acréscimo de informações

Após mostrar o novo EcoSport no Salão de Detroit em janeiro deste ano (leia aqui), a Ford antecipou a apresentação do SUV compacto em sua versão definitiva para o mercado sul-americano em um evento na Argentina para a imprensa local e brasileira. A primeira aparição pública do modelo na América do Sul antecedeu no Salão de Buenos Aires, na sexta-feira, 9.

A apresentação ficou a cargo do presidente da Ford na América do Sul, Lyle Watters, que em poucas palavras confirmou o lançamento em duas motorizações flex, o Direct 2.0, ainda importado do México e agora com injeção direta de combustível que entrega 175 cavalos (28 cv a mais do que a versão atual) e o mesmo já utilizado no Focus. Além disso, contará com o inédito Dragon 1.5 de três cilindros, que produz 137 cv e utiliza bloco e cabeçote de alumínio. Primeiro ele virá importado da Índia, mas até o início de 2018 será fabricado na planta de motores da Ford em Taubaté (SP), em substituição ao atual 1.6. Apesar de ser um modelo global, o novo EcoSport chegará primeiro ao Brasil. A pré-venda do modelo se inicia no fim de julho com chegada das primeiras unidades à rede em agosto, segundo a Ford. Os próximos mercados a receberem o modelo serão Argentina, Peru, Chile e Colômbia.

“O Novo EcoSport vai oferecer os preços mais competitivos entre os SUVs de nova geração, tanto nas versões de entrada como nas mais equipadas”, prometeu Watters.

Durante a apresentação, o executivo lembrou que o EcoSport, originalmente um projeto brasileiro, ganhou notoriedade ao longo de sua trajetória a ponto de se tornar um modelo global e estratégico para a marca: “Este sonho local começou há mais de 15 anos e se transformou em um sonho global. É um veículo emblemático, projetado e nascido na América do Sul e hoje está presente nos principais mercados do mundo, na Europa, na Ásia e deve chegar em breve à América do Norte”, destacou. “Ele está totalmente renovado, com um interior sofisticado, uma motorização totalmente nova e é um carro conectado para um novo mundo conectado.”

Segundo o executivo, o novo modelo passou por um profundo processo de atualização que envolveu as equipes de engenharia e design de todo o mundo a fim de remodelar o carro e acrescentar a ele recursos de última geração. Entre os destaques, o novo design marca a versão mais global do modelo que segue a tendência dos SUVs da marca. A nova e ampla grade frontal traz o logotipo Ford em seu centro e é alinhada aos faróis, estes também redesenhados. Diferentemente do carro que será oferecido nos Estados Unidos e Europa, a versão para os mercados brasileiro e sul-americanos ainda contará com o estepe acoplado à tampa do porta-malas.

Já o interior do SUV foi reprojetado, com novos bancos e desenho do painel de instrumentos, que traz uma tela de oito polegadas sensível ao toque conectada à nova geração do sistema multimídia de infoentretenimento Sync 3, compatível com Apple Car Play e Android Auto.

Para Watters, o novo EcoSport deve alavancar o resultado na montadora neste ano, uma vez que o mercado começou a dar os primeiros sinais de retomada, com a expectativa de melhora mais robusta do desempenho no segundo semestre. “Em maio a indústria cresceu 25% comparado a abril e a Ford teve como destaques o EcoSport e o Ka, ambos tiveram crescimento de mais de 40%. A chegada do novo EcoSport aumenta a nossa confiança em um bom desempenho da marca no ano”, completa.


Comentários: 3
 

Roberto Cunha
08/06/2017 | 19h18
Desculpe, alavancar as vendas é necessário de fato alterações que justifiquem o investimento. Depois de tantos anos, pneu na tampa traseiras? Faz favor. Estes engenheiros estão precisando dar uma chegada nas lojas e efetuar uma pequena pesquisa direto com o consumidor.

Vinicius Paim de Oliveira
13/06/2017 | 17h29
E o pneu ridículo continua pendurado lá atras... O carro não tem nada de aventureiro, nem altura, nem pneu, nem 4x4 ou seja, nada justifica o pneu medonho pendurado na tampa...

Andressa
05/07/2017 | 15h23
Maravilhoso!!!

Comente essa notícia

Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de questões técnicas ou comerciais. Os comentários serão publicados após análise. É obrigatório informar nome e e-mail (que não será divulgado ao público leitor). Não são aceitos textos que contenham ofensas, palavras chulas ou digitados inteiramente em letras maiúsculas. Também serão bloqueados currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.
Seu nome*: Seu e-mail*:

QUEM É QUEM NO SETOR AUTOMOTIVO

Encontre empresas e profissionais do setor.
Confira seus perfis e biografias.

Encontre empresas e profissionais do setor.

Encontre empresas e profissionais de comunicação.

Confira seus perfis e biografias.

COLUNISTAS

ALTA RODA | 18/10/2017
Medidas simples e novos estudos ajudam na redução de emissões de CO2

Esta coluna é apoiada por:

Documento sem título
Advertisement Advertisement Advertisement
AUTOINFORME | 19/10/2017
Hyundai produz em Ulsan 1,5 milhão de carros por ano
DE CARRO POR AÍ | 13/10/2017
Com Jumpy, marca avança em novo território
Novas palavras, expressões e siglas podem levantar dúvidas sobre o futuro
INOVAÇÃO | 15/08/2017
Indústria automotiva precisa abrir os olhos para novas formas de trabalhar
DISTRIBUIÇÃO | 03/08/2017
Marca percorreu caminho árduo e conseguiu destronar a Toyota da 1ª posição
QUALIDADE | 03/07/2017
Rota 2030 terá missão de levar a indústria automotiva nacional até o futuro
QUALIDADE | 23/11/2016
Empresas do setor automotivo precisam atualizar sistema de qualidade até 2018
Indústria | 01/08/2016
Declaração do presidente da FCA evidencia crise no setor de autopeças
Pressão de montadoras adia controle de estabilidade obrigatório
Tecnologia | 23/07/2015
Novas ferramentas de desenvolvimento encurtam caminho para a competitividade
Tecnologia | 13/03/2015
Setor enfrentará grandes mudanças nos próximos anos
MERCADO | 16/01/2015
Utilização do potencial só deve melhorar a partir de 2016
COMPETITIVIDADE | 08/04/2014
Interrupção do crescimento desafia fabricantes