NOTÍCIAS
26/07/2017 | 16h49

Balanço

PSA tem faturamento recorde no semestre

Receita é 5% maior no primeiro semestre ao registrar € 29,1 bilhões


REDAÇÃO AB

O faturamento do Grupo PSA atingiu novo recorde no primeiro semestre ao totalizar € 29,1 bilhões, 5% acima do apurado em igual período do ano passado, de acordo com balanço financeiro apresentado na quarta-feira, 26. O faturamento da divisão automotiva, que exclui a de autopeças e financeira, foi de € 19,8 bilhões, alta de 3,6% na mesma base de comparação anual, o que segundo a empresa, foi resultado dos lançamentos e da disciplina da empresa em termos de preços.

Com um resultado operacional corrente de € 1,44 bilhão, a divisão automotiva cresceu 10,7% sobre o primeiro semestre de 2016 e alcançou nível recorde de rentabilidade de 7,3%, apesar da alta das matérias-primas e do impacto negativo das taxas de câmbio. Este resultado decorre essencialmente de um mix de produtos favorável e da baixa constante dos custos.

“O Grupo PSA bateu recordes em termos de resultados graças a nossos clientes, responsáveis pelo sucesso de nossos últimos lançamentos, e ao empenho dos colaboradores do grupo, sempre focados na realização dos objetivos do plano Push to Pass. A eficácia e a agilidade com que as equipes superaram ventos contrários inspiram confiança na capacidade do Grupo PSA de enfrentar novos desafios”, declarou o presidente mundial do Grupo PSA, Carlos Tavares.

A divisão financeira do grupo, o Banco PSA Finance, encerrou o período com lucro operacional corrente de € 312 milhões, alta de 5,1% no comparativo anual. Da mesma forma, a Faurecia, que integra a divisão de autopeças, viu seu resultado operacional se elevar em quase 20%, para € 587 milhões.

O fluxo de caixa livre das atividades industriais e comerciais foi de € 1,11 bilhão, sustentado pela melhor margem bruta de autofinanciamento. Em seu balanço, o grupo reporta um nível de estoque total em 374 mil veículos, incluindo rede independente em todo o mundo, volume com 25 mil a menos do que o registrado em junho do ano passado.

As vendas das três marcas Peugeot, Citroën e DS somadas ascenderam em 2,3% no período, para pouco mais de 1,58 milhão de veículos (leia aqui).

Para 2017, o grupo prevê crescimento nos principais mercados em que atua: de 3% na Europa e de 5% na China, América Latina e na Rússia.

Com sua estratégia Push to Pass, o grupo prevê uma margem operacional corrente média superior a 4,5% para a divisão automotiva no período 2016-2018 e uma meta superior a 6% em 2021. Planeja ainda crescimento de 10 % do faturamento do grupo entre 2015 e 2018, visando 15% suplementares até 2021.

Comentários: 0
 

Comente essa notícia

Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de questões técnicas ou comerciais. Os comentários serão publicados após análise. É obrigatório informar nome e e-mail (que não será divulgado ao público leitor). Não são aceitos textos que contenham ofensas, palavras chulas ou digitados inteiramente em letras maiúsculas. Também serão bloqueados currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.
Seu nome*: Seu e-mail*:

QUEM É QUEM NO SETOR AUTOMOTIVO

Encontre empresas e profissionais do setor.
Confira seus perfis e biografias.

Encontre empresas e profissionais do setor.

Encontre empresas e profissionais de comunicação.

Confira seus perfis e biografias.

COLUNISTAS

ALTA RODA | 22/11/2017
Frota brasileira de 42 milhões exige controle apropriado

Esta coluna é apoiada por:

Advertisement Advertisement Advertisement Advertisement
Tecnologia | 13/03/2015
Setor enfrentará grandes mudanças nos próximos anos
INOVAÇÃO | 25/10/2017
Indústria precisa questionar qual será o seu papel no futuro
DISTRIBUIÇÃO | 03/08/2017
Marca percorreu caminho árduo e conseguiu destronar a Toyota da 1ª posição
Tecnologia | 23/07/2015
Novas ferramentas de desenvolvimento encurtam caminho para a competitividade
MERCADO | 16/01/2015
Utilização do potencial só deve melhorar a partir de 2016
AUTOINFORME | 09/11/2017
Luguez firmou parceria com o governo de Ohio
COMPETITIVIDADE | 08/04/2014
Interrupção do crescimento desafia fabricantes
Novas palavras, expressões e siglas podem levantar dúvidas sobre o futuro
QUALIDADE | 03/07/2017
Rota 2030 terá missão de levar a indústria automotiva nacional até o futuro
DE CARRO POR AÍ | 17/11/2017
Chineses entregam operação brasileira à administração dos brasileiros
QUALIDADE | 23/11/2016
Empresas do setor automotivo precisam atualizar sistema de qualidade até 2018
Indústria | 01/08/2016
Declaração do presidente da FCA evidencia crise no setor de autopeças
Pressão de montadoras adia controle de estabilidade obrigatório