Automotive Business
Siga-nos em:
AB Inteligência

Notícias

Ver todas as notícias

Negócios | 05/09/2017 | 17h46

Ohio organiza mais uma missão brasileira de autopeças

Estado dos EUA quer atrair mais fabricantes de componentes

JOEL LEITE, PARA AB

Ohio, nos Estados Unidos, está organizando a quarta missão brasileira de autopeças deste ano. O convite é para uma visita de empresários do setor de autopeças a potenciais clientes norte-americanos, prospecção de parcerias e locais de instalação de unidades de produção no Estado.

As entidades Dayton Development Coalition e Cincinnati Regional Economic Development Initiative receberão, no próximo dia 23 de outubro, representantes de empresas brasileiras também do setor aeroespacial, que avaliarão as oportunidades no mercado nas regiões de Dayton e Cincinnati, centros de manufatura localizados em Ohio.

A região está a poucas horas de distância de pelo menos 60% do mercado comprador nos Estados Unidos e abriga boa parte da indústria automotiva no país. Ohio oferece aos fabricantes de autopeças interessados em se instalar no Estado financiamento a custo subsidiado, mão-de-obra especializada e assessoria para instalação da fábrica, com compra ou aluguel de imóveis industriais, além de serviço de recolocação de negócios, assessoria de recursos humanos networking regional e apoio a pesquisa e desenvolvimento por meio de universidades e empresas locais.

Recentemente, 16 empresas anunciaram mais de 20 grandes projetos no setor aeronáutico e de defesa no Estado, com investimento de US$ 108 milhões e a criação de 860 empregos.

Mais informações podem ser obtidas pelo e-mail pedro@theinformationcompany.net.



Tags: Autopeças, Ohio, missão brasileira, negócios.

Comentários

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

ABTV

AB Inteligência