NOTÍCIAS
21/09/2017 | 17h39

Comerciais

DAF negocia exportações na América Latina

Argentina, Uruguai e Paraguai serão os primeiros; Chile e México estão na mira


SUELI REIS, AB

Luiz Gambim, diretor comercial da DAF, faz balanço das operações no Brasil e revela que levará nova linha de caminhões off-road à Fenatran
A DAF, que está prestes a completar quatro anos de operação no Brasil (em 2 de outubro), traça nova estratégia para elevar os negócios no País e revela suas intenções de iniciar as exportações de seus veículos fabricados em Ponta Grossa, no Paraná, para outros mercados da América Latina. Os primeiros da lista são Argentina, Paraguai e Uruguai, mas Chile e México também estão na mira. Destes, apenas o Chile já conhece a marca DAF, cujos caminhões são importados diretamente da Holanda. Além do mercado chileno, Colômbia e Peru também importam seus modelos, mas este negócio deverá pertencer em breve à unidade brasileira.

“É um projeto grande que estamos trabalhando fortemente. O estudo está em fase acelerada; já abrimos uma empresa na Argentina: para validação de produtos precisa ter uma entidade aberta. Seremos em breve o novo polo exportador para a América Latina; acredito que deve iniciar em mais um ano e meio ou dois anos, no máximo”, afirma o diretor comercial da DAF no Brasil, Luis Gambim, na quinta-feira, 21, durante encontro com a imprensa especializada em São Paulo.

Como a crise diminuiu drasticamente a demanda do mercado doméstico de caminhões, as montadoras redescobriram nas exportações uma saída para manter parte da saúde do negócio no Brasil. Portanto, assim como em outras fabricantes do segmento, a estratégia também servirá para que a DAF gere volume na fábrica paranaense e diminua sua ociosidade. Hoje, a linha de montagem produz cinco caminhões por dia e a partir de 1º de novembro a programação subirá para seis por dia.

“Ainda não é o suficiente, estamos trabalhando para tentar virar o ano com um número ainda maior. Temos capacidade para isto, mas ainda há dificuldade por parte dos fornecedores”, revela Gambim. A fábrica, que tem capacidade para montar 10 mil unidades por ano em um turno, chegou a produzir um veículo por dia, em junho de 2015.

VEM NOVIDADES POR AÍ

Por outro lado, apesar da crise, a companhia vem registrando crescimento das vendas desde que chegou ao País e 2017 não deverá ser diferente. Segundo o executivo, os volumes deverão ser 30% maiores neste ano na comparação com 2016, quando a DAF entregou cerca de 673 caminhões, entre os modelos XF105 e o CF85. O índice de crescimento está em linha com o que a empresa já desempenhou até agosto: em oito meses, o volume de licenciamentos aumentou 30,3%, somando 568 unidades até agora.

“Em agosto, tivemos o melhor mês da história da DAF no Brasil, com 115 caminhões vendidos, o que nos garantiu participação de 6% e nos trazendo para a quarta posição em nosso segmento”, relata Gambim.

Ele comemora o fato de que sua projeção de vendas para a faixa de caminhões em que a DAF atua no Brasil, acima de 40 toneladas, deve mesmo encerrar 2017 com crescimento entre 10% e 15%, algo em torno de 16 mil veículos, parte disso ainda puxada pelo agronegócio.

“Acreditamos no Brasil e temos metas ambiciosas. Hoje temos uma frota circulante de 2 mil caminhões e o objetivo é chegar em 2022 com 20 mil unidades emplacadas”, projeta. “Este é um novo momento da DAF no Brasil e estamos nos preparando para o aumento de nosso portfólio de produtos, que vocês poderão conhecer na Fenatran: uma linha de caminhões off-road, que vai nos colocar em um novo patamar e em novos territórios e nos ajudará a chegar a uma posição ainda maior de destaque no mercado.”

A empresa também deverá anunciar a chegada ao Brasil do Banco DAF, que está aguardando análise pelo Banco Central. A divisão da Paccar Financial está demandando investimento de R$ 100 milhões, cuja estrutura física já está montada em Ponta Grossa. "O banco já vai nascer com um carteira de R$ 200 milhões em ativos. A estimativa é que entre em operação entre dezembro de 2018 e janeiro de 2019", diz Gambim.

Comentários: 1
 

luiz fernandes de oliveira
26/09/2017 | 11h27
Parabens DAF

Comente essa notícia

Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de questões técnicas ou comerciais. Os comentários serão publicados após análise. É obrigatório informar nome e e-mail (que não será divulgado ao público leitor). Não são aceitos textos que contenham ofensas, palavras chulas ou digitados inteiramente em letras maiúsculas. Também serão bloqueados currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.
Seu nome*: Seu e-mail*:

QUEM É QUEM NO SETOR AUTOMOTIVO

Encontre empresas e profissionais do setor.
Confira seus perfis e biografias.

Encontre empresas e profissionais do setor.

Encontre empresas e profissionais de comunicação.

Confira seus perfis e biografias.

COLUNISTAS

ALTA RODA | 18/10/2017
Medidas simples e novos estudos ajudam na redução de emissões de CO2

Esta coluna é apoiada por:

Documento sem título
Advertisement Advertisement Advertisement
DE CARRO POR AÍ | 13/10/2017
Com Jumpy, marca avança em novo território
AUTOINFORME | 11/10/2017
Onix e HB20 elevam o patamar de entrada no mercado brasileiro
Novas palavras, expressões e siglas podem levantar dúvidas sobre o futuro
INOVAÇÃO | 15/08/2017
Indústria automotiva precisa abrir os olhos para novas formas de trabalhar
DISTRIBUIÇÃO | 03/08/2017
Marca percorreu caminho árduo e conseguiu destronar a Toyota da 1ª posição
QUALIDADE | 03/07/2017
Rota 2030 terá missão de levar a indústria automotiva nacional até o futuro
QUALIDADE | 23/11/2016
Empresas do setor automotivo precisam atualizar sistema de qualidade até 2018
Indústria | 01/08/2016
Declaração do presidente da FCA evidencia crise no setor de autopeças
Pressão de montadoras adia controle de estabilidade obrigatório
Tecnologia | 23/07/2015
Novas ferramentas de desenvolvimento encurtam caminho para a competitividade
Tecnologia | 13/03/2015
Setor enfrentará grandes mudanças nos próximos anos
MERCADO | 16/01/2015
Utilização do potencial só deve melhorar a partir de 2016
COMPETITIVIDADE | 08/04/2014
Interrupção do crescimento desafia fabricantes