NOTÍCIAS
26/09/2017 | 17h27

Segurança

VW Polo e Toyota Corolla têm nota máxima em crash test

Modelos recebem a maior qualificação possível pelo Latin NCAP


REDAÇÃO AB



O novo Volkswagen Polo e o Toyota Corolla, ambos produzidos no Brasil, alcançaram a maior qualificação possível em teste de colisão da 5ª bateria de testes do ano realizados pelo Latin NCAP, Programa de Avaliação de Veículos Novos para a América Latina, e cujos resultados foram divulgados na terça-feira, 26 (veja vídeos abaixo). Ambos os modelos receberam a nota mais alta (cinco estrelas) numa escala de zero a cinco, tanto no quesito proteção de ocupante adulto quanto no de proteção de crianças. Os dois testes foram patrocinados, significando que as próprias montadoras ofereceram o carro para o crash test. Conforme as regras de patrocínio, o carro é escolhido aleatoriamente por representante do Latin NCAP e a montadora arca com os custos.

Foram feitos testes de impacto frontal, lateral e lateral de poste nos carros escolhidos. A avaliação do Latin NCAP aponta que o Toyota Corolla, cuja versão 2018 chegou ao mercado brasileiro em março conta com sete airbags e ESC (controle eletrônico de estabilidade) de série em todas as versões (leia aqui) obteve bom desempenho em todos os testes, incluindo o de ESC, que cumpre com os requerimentos do programa, garantindo o posicionamento do modelo como um dos mais seguros vendidos no Brasil e América Latina.

O Corolla havia sido avaliado em 2014, ocasião em que já havia obtido cinco estrelas para proteção de adultos, e agora foi reavaliado conforme o último protocolo do Latin NCAP e auditado em diferentes versões fabricadas em diferentes países, sendo Brasil e Estados Unidos, uma vez que alguns mercados da América Latina recebem o modelo de origem norte-americana. Em sua análise, o Latin NCAP aponta que a Toyota demonstra com o resultado do Corolla a possibilidade de aumentar a segurança de crianças abaixo dos 3 anos ao posicioná-las olhando para trás do veículo, o que traz benefícios significativos para sua proteção em um impacto frontal, conforme demonstrado no teste.

Além disso, o Corolla também recebeu um prêmio adicional, o Latin NCAP Advanced Award por atender requisitos de proteção a pedestres. A avaliação é feita com base em testes que simulam situações de acidentes envolvendo pedestres, conforme padrões estabelecidos pela legislação da Europa.

“Na Toyota, a segurança é a nossa principal prioridade. Nossos investimentos em pesquisa, tecnologia e desenvolvimento para produção de carros cada vez mais seguros tem mostrado resultados impressionantes. Obter a nota máxima para o Corolla de uma entidade respeitada como o Latin NCAP me deixa muito orgulhoso. Ao mesmo tempo, me traz tranquilidade saber que os nossos clientes de toda América Latina e Caribe estão dirigindo o sedã médio mais seguro disponível na região”, afirma em nota o CEO da Toyota para América Latina e Caribe, Steve St. Angelo.

Por sua vez, o Volkswagen Polo está sendo apresentado à imprensa especializada nesta mesma data de divulgação dos testes, mas só chega ao mercado brasileiro em novembro. Segundo o Latin NCAP, a avaliação do modelo fabricado na planta Anchieta, em São Bernardo do Campo (SP) se mostra satisfatória nos testes de impacto frontal, lateral e lateral de poste. Nos três, o Polo apresentou condições favoráveis de segurança para adultos em função dos quatro airbags de série em todas as versões, dois dianteiros e dois laterais, que apresentaram rendimento robusto. O veículo também se beneficiou por sua estrutura em mais de 50% formada por aços especiais de alta e ultra-alta resistência conformados a quente, sendo este último cerca de quatro vezes mais forte que uma chapa de aço convencional.

No teste do ESC, o Latin NCAP avalia que no VW Polo ele cumpre com as condições estabelecidas pelo programa. O sistema equipa só as versões mais caras, a Confortline e Highline, e opcional na de entrada. O carro também oferece boas condições de segurança para ocupantes crianças: além de ancoragem Isofix para cadeirinhas (SRI), conta com interruptor para desligar o airbag de passageiro quando a cadeira é posicionada olhando para trás do veículo e cinto de três pontos em todas as posições. O novo Polo também atendeu requisitos de proteção para pedestre, recebendo igualmente o prêmio Latin NCAP Advanced Award.

“Esses resultados são muito alentadores. É uma mensagem clara para os governos, os consumidores, os fabricantes de automóveis que investem em uma maior segurança e para aqueles que ainda estão adiando, em nossos mercados, a incorporação dos níveis mínimos de segurança do mundo. Esses últimos resultados são uma consequência da reação dos consumidores e da resposta dos fabricantes e do mercado, pois estão introduzindo níveis de segurança cinco estrelas além, e bem antes de qualquer regulação governamental em toda a região. Consideramos também que é ótimo ter o resultado do Latin NCAP apenas um modelo é lançado à venda e não ter que esperar meses para os consumidores contarem com essa informação. Imaginem que tão longe poderíamos chegar se todos os veículos do mercado fossem testados pelo Latin NCAP. Assim sendo, os consumidores contariam com informação sobre a segurança de cada carro ao comprar um novo. É possível e factível. Torçamos agora por carros mais seguros na América Latina”, comenta o secretário geral do Latin NCAP, Alejandro Furas.

“Esses dois modelos demonstram claramente que é possível oferecer modelos produzidos localmente com níveis de segurança de cinco estrelas em 2017. Esperamos que esse fato anime outros fabricantes a acompanharem os passos da Toyota e da Volkswagen. Os fabricantes estão mostrando seu compromisso com relação a veículos mais seguros, embora faltem regulamentações sólidas de segurança em toda a região. Esses resultados demostram aos governos a capacidade dos fabricantes, bem como que não há escusa para adiar a adoção de medidas de segurança mínimas que se foquem em salvar as vidas dos consumidores da América Latina e do Caribe”, reforça o presidente da comissão diretiva do Latin NCAP, Ricardo Morales Rubio.

Os próximos resultados de testes de colisão serão apresentados em outubro pelo Latin NCAP.

Veja abaixo os vídeos dos testes de Volkswagen Polo e Toyota Corolla:




Comentários: 0
 

Comente essa notícia

Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de questões técnicas ou comerciais. Os comentários serão publicados após análise. É obrigatório informar nome e e-mail (que não será divulgado ao público leitor). Não são aceitos textos que contenham ofensas, palavras chulas ou digitados inteiramente em letras maiúsculas. Também serão bloqueados currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.
Seu nome*: Seu e-mail*:

QUEM É QUEM NO SETOR AUTOMOTIVO

Encontre empresas e profissionais do setor.
Confira seus perfis e biografias.

Encontre empresas e profissionais do setor.

Encontre empresas e profissionais de comunicação.

Confira seus perfis e biografias.

COLUNISTAS

ALTA RODA | 11/10/2017
Montadoras decretam fim da crise e já desfrutam de trajetória de recuperação

Esta coluna é apoiada por:

Documento sem título
Advertisement Advertisement Advertisement
DE CARRO POR AÍ | 13/10/2017
Com Jumpy, marca avança em novo território
AUTOINFORME | 11/10/2017
Onix e HB20 elevam o patamar de entrada no mercado brasileiro
Novas palavras, expressões e siglas podem levantar dúvidas sobre o futuro
INOVAÇÃO | 15/08/2017
Indústria automotiva precisa abrir os olhos para novas formas de trabalhar
DISTRIBUIÇÃO | 03/08/2017
Marca percorreu caminho árduo e conseguiu destronar a Toyota da 1ª posição
QUALIDADE | 03/07/2017
Rota 2030 terá missão de levar a indústria automotiva nacional até o futuro
QUALIDADE | 23/11/2016
Empresas do setor automotivo precisam atualizar sistema de qualidade até 2018
Indústria | 01/08/2016
Declaração do presidente da FCA evidencia crise no setor de autopeças
Pressão de montadoras adia controle de estabilidade obrigatório
Tecnologia | 23/07/2015
Novas ferramentas de desenvolvimento encurtam caminho para a competitividade
Tecnologia | 13/03/2015
Setor enfrentará grandes mudanças nos próximos anos
MERCADO | 16/01/2015
Utilização do potencial só deve melhorar a partir de 2016
COMPETITIVIDADE | 08/04/2014
Interrupção do crescimento desafia fabricantes