NOTÍCIAS
06/11/2017 | 12h07

Indústria

Mercedes alcança 3 milhões de motores no Brasil

Produção nacional começou em 1956, mesmo ano da inauguração da fábrica


REDAÇÃO AB

Os 3 milhões de motores Mercedes a diesel nacionais foram comemorados em São Bernardo
A Mercedes alcançou a marca de 3 milhões de motores para caminhões e ônibus fabricados no Brasil. O número se refere ao volume acumulado desde 1956. O propulsor que simboliza o terceiro milhão é um OM 457 LA fabricado em São Bernardo do Campo, a mesma unidade de onde saiu o primeiro.

“De forma pioneira nossa marca introduziu o conceito diesel no Brasil, há 61 anos, quando inaugurou a fábrica de caminhões e ônibus”, afirma o presidente da Mercedes-Benz do Brasil e CEO América Latina, Philipp Schiemer.

Os motores Mercedes equipam caminhões de todos os segmentos, desde os leves até os extrapesados. Também abrangem toda a linha de chassis de ônibus urbanos e rodoviários. “Contamos com uma linha de montagem para a família OM 900 de quatro e seis cilindros, atendendo às legislações Euro 3 a Euro 5, com faixas de potência entre 156 e 326 cavalos”, informa o vice-presidente de operações da Mercedes-Benz do Brasil, Carlos Santiago.

“A outra linha responde pelos motores da família OM 400 de seis cilindros, Euro 3 a Euro 5, com potência entre 345 e 510 cv.” Esses motores atendem o mercado brasileiro e equipam também veículos exportados para cerca de 60 países. A Empresa também fornece propulsores a diesel para outras fábricas do Grupo Daimler. A partir de agosto de 2017 passou a exportar o OM 460 Euro 3 para a planta alemã da Daimler em Wörth, na Alemanha, para utilização no caminhão rodoviário Actros e nos fora de estrada Arocs e Zetros. Esses veículos são exportados para mercados da África e Oriente Médio.

De 1956 até 1990 produziu motores leves e médios. A partir de 1991 começou a fabricar os pesados. No ano de 1998, também de forma pioneira, lançou os primeiros motores a diesel eletrônicos do Brasil. E em 2005 iniciou a produção de remanufaturados da linha Renov, para o mercado de reposição, em sua unidade de Campinas, interior paulista.

A Mercedes recorda que atingiu o primeiro milhão de motores em 1984 e o segundo milhão chegou em 2004. O melhor ano de produção foi 2006, com 110 mil motores.

Comentários: 0
 

Comente essa notícia

Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de questões técnicas ou comerciais. Os comentários serão publicados após análise. É obrigatório informar nome e e-mail (que não será divulgado ao público leitor). Não são aceitos textos que contenham ofensas, palavras chulas ou digitados inteiramente em letras maiúsculas. Também serão bloqueados currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.
Seu nome*: Seu e-mail*:

QUEM É QUEM NO SETOR AUTOMOTIVO

Encontre empresas e profissionais do setor.
Confira seus perfis e biografias.

Encontre empresas e profissionais do setor.

Encontre empresas e profissionais de comunicação.

Confira seus perfis e biografias.

COLUNISTAS

ALTA RODA | 15/11/2017
Mudança na mobilidade domina discussões do Congresso SAE Brasil

Esta coluna é apoiada por:

Advertisement Advertisement Advertisement Advertisement
QUALIDADE | 03/07/2017
Rota 2030 terá missão de levar a indústria automotiva nacional até o futuro
QUALIDADE | 23/11/2016
Empresas do setor automotivo precisam atualizar sistema de qualidade até 2018
Indústria | 01/08/2016
Declaração do presidente da FCA evidencia crise no setor de autopeças
Pressão de montadoras adia controle de estabilidade obrigatório
Tecnologia | 13/03/2015
Setor enfrentará grandes mudanças nos próximos anos
DE CARRO POR AÍ | 17/11/2017
Chineses entregam operação brasileira à administração dos brasileiros
INOVAÇÃO | 25/10/2017
Indústria precisa questionar qual será o seu papel no futuro
DISTRIBUIÇÃO | 03/08/2017
Marca percorreu caminho árduo e conseguiu destronar a Toyota da 1ª posição
Tecnologia | 23/07/2015
Novas ferramentas de desenvolvimento encurtam caminho para a competitividade
MERCADO | 16/01/2015
Utilização do potencial só deve melhorar a partir de 2016
AUTOINFORME | 09/11/2017
Luguez firmou parceria com o governo de Ohio
COMPETITIVIDADE | 08/04/2014
Interrupção do crescimento desafia fabricantes
Novas palavras, expressões e siglas podem levantar dúvidas sobre o futuro