Automotive Business
Siga-nos em:
AB Inteligência

Notícias

Ver todas as notícias
EcoSport 4x4 volta em nova versão, Storm

Lançamentos | 06/02/2018 | 20h21

EcoSport 4x4 volta em nova versão, Storm

Automático e bem equipado, SUV tentará conquistar compradores do Jeep Renegade

MÁRIO CURCIO, AB | De Porto Feliz (SP)

A Ford traz de volta ao mercado o EcoSport 4x4 em uma nova versão, Storm, agora equipada com câmbio automático de seis marchas. Com motor 2.0 flex de 176 cavalos, o carro tem preço sugerido de R$ 99.990 e chega à rede no início de março, já como versão 2019. A Ford não revela pretensão de vendas, mas aponta a novidade na direção do concorrente Jeep Renegade Custom 4x4, que tem câmbio automático de nove marchas, motor diesel e preço inicial de R$ 110.290.

A gerente de marketing Adriana Carradori ressalta que a versão Storm é bastante competitiva pelos equipamentos que entrega na comparação com o Renegade Custom 4x4 e também com versões completas de concorrentes 4x2 como Chevrolet Tracker Premiere, Honda HR-V Touring e Hyundai Creta 2.0 Prestige. Vale dizer que a opção 4x4 do Renault Duster saiu de linha.

O EcoSport Storm é vendido em versão única. Traz teto solar elétrico, ar-condicionado com controle digital, revestimento interno de couro, central multimídia Sync 3 com tela de oito polegadas, navegador GPS, Android Auto e Apple Car Play, controlador automático de velocidade, monitoramento da pressão de pneus, faróis de xênon, sete airbags, câmera de ré, assistente de partida em rampa, controles eletrônicos de tração e estabilidade e sistema anticapotagem.

O nome Storm (tempestade em inglês) já havia sido utilizado na década passada numa versão da picape Ranger e está de volta em um EcoSport bem descolado. O sistema 4x4 funciona automaticamente sob demanda. Ele detecta quando há diferença de tração nas rodas e determina a melhor distribuição de torque entre elas em piso irregular ou de baixo atrito como lama, areia e chuva. Dá para ver a distribuição de força para as rodas em uma pequena imagem no painel.


Nova versão tem tração 4x4 com funcionamento automático, sob demanda. Exterior traz vários detalhes exclusivos. Por dentro há apliques cor de laranja no painel e nas portas. Todos os equipamentos são de série, inclusive o teto solar.

Por fora, o Storm vem com molduras nos arcos de roda e faixas decorativas nas laterais, que sobem pelos para-lamas dianteiros e terminam sobre o capô. A grade dianteira buscou inspiração na picape americana F-150 Raptor e o estepe é protegido por uma capa exclusiva. A suspensão dianteira teve o curso aumentado em 1,7 centímetro e a traseira é do tipo independente multibraços.

Por dentro a Ford aplicou detalhes em laranja fosco no centro do painel e nas laterais das portas. Os bancos têm a palavra Storm gravada em baixo relevo, costuras laranja e elásticos para prender garrafinhas e outros objetos.

A primeira opção 4x4 para o EcoSport foi lançada em 2004, mas sempre teve participação pequena. Segundo a Ford, quando saiu de linha na metade de 2017, representava menos de 1% dos emplacamentos. “Não vamos comentar a participação do Storm no mix de vendas, mas é certo que será maior do que antes porque a fatia das versões mais completas cresceu. Com a renovação da linha no meio do ano passado, as três opções (SE, Freestyle e Titanium) passaram a ter volumes muito parecidos porque estamos entregando em cada uma delas o conteúdo que o consumidor procura”, garante Adriana. A novidade também será exportada.

“A Ford argentina nos confirmou que quer o carro e analisamos o envio para outros mercados”, afirma a gerente de marketing, recordando que o Storm foi desenvolvido por brasileiros.



“Ele foi mostrado pela primeira vez como conceito no Salão do Automóvel de 2014”, recorda o designer José Carlos Barbosa.

O novo EcoSport Storm transmite firmeza andando em piso escorregadio. A tração nas quatro rodas aumenta bastante a aderência em curvas de terra batida e é fácil perceber as rodas traseiras tracionando nas subidas. O motor 2.0 é o mesmo que equipa a versão Titanium. Tem injeção direta e produz até 176 cavalos com etanol.

De acordo com a Ford, o carro acelera de zero a 100 km/h em 10,7 segundos e atinge 180 km, dados obtidos com etanol. Com esse mesmo combustível ele percorre 6 km/l na cidade e 8 km/l na estrada. Com gasolina esses números sobem para 8,5 km/l e 11,4 km/l.

Com a nova opção do EcoSport a Ford revelou também os preços do restante da linha 2019, que recebe agora uma versão automática abaixo de R$ 70 mil para os portadores de necessidades especiais (PcD). A lista teve reajuste médio de 1%.

Veja abaixo os preços da linha EcoSport 2019:


SE Direct 1.5 aut. (PcD) – R$ 68.690
SE 1.5 man. – R$ 76.690
SE 1.5 aut. – R$ 82.890
Freestyle 1.5 man. – R$ 83.690
Freestyle 1.5 aut. – R$ 89.890
Freestyle Plus 1.5 aut. – R$ 92.790
Titanium 2.0 aut. – R$ 96.990
Storm 2.0 4x4 aut. – R$ 99.990



Tags: Ford, EcoSport, Jeep, Renegade, Chevrolet, Tracker, Honda, HR-V, Hyundai, Creta.


Comentários

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.
AB Inteligência