Automotive Business
Siga-nos em:
AB Inteligência

Notícias

Ver todas as notícias
Randon inaugura fábrica de joint venture no Peru
David Randon, presidente das Empresas Randon, e Juan Francisco Novion, do Grupo Epysa

Indústria | 15/03/2018 | 18h16

Randon inaugura fábrica de joint venture no Peru

Resultado do acordo com o Grupo Epysa, unidade montará semirreboques para o mercado interno

REDAÇÃO AB

Abriu as portas na quinta-feira, 15, a nova fábrica da Randon Peru, joint venture entre a Randon Implementos e o Grupo Epysa, do Chile, cujo acordo foi firmado em 20 de junho do ano passado. A unidade, localizada em Callao, região metropolitana de Lima, capital peruana, será dedicada à montagem de semirreboques com início das operações previsto para o segundo trimestre.

Com capacidade para montar até 1 mil unidades por ano, a unidade abastecerá o mercado doméstico, que consome algo como 6 mil unidades por ano, entre reboques e semirreboques, o que faz do Peru o terceiro maior mercado do setor na América do Sul, atrás apenas do Brasil e da Argentina.

Como previsto no acordo da joint venture, a Randon atuará com sua expertise em tecnologia de produto e industrial, enquanto a Epysa desenvolverá os negócios comerciais e de vendas no mercado peruano.

Por sua vez, a Randon Implementos vai inaugurar no fim deste mês outra fábrica no Brasil, na cidade de Araraquara, interior de São Paulo, cujo início das operações chegou a ser cancelado devido à crise do setor no mercado brasileiro. A nova unidade, pensada inicialmente só para a produção de vagões ferroviários, também montará implementos.

Tags: Randon, fábrica, joint venture, Grupo Epysa, Peru.


Comentários

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

AB Inteligência