Automotive Business
Siga-nos em:
AB Inteligência

Notícias

Ver todas as notícias
Ford amplia testes com Transit híbrida plug-in
Segundo a Ford, Transit híbrida plug-in pode rodar mais de 50 km exclusivamente no modo elétrico

Tecnologia | 11/05/2018 | 11h46

Ford amplia testes com Transit híbrida plug-in

Avaliações iniciadas em Londres se estenderam para a cidade de Valência

REDAÇÃO AB

A Ford está ampliando na Europa seu programa de testes de vans híbridas plug-in. No início do ano a montadora passou a avaliar em Londres (foto) 20 vans Transit desse tipo, rodando com a polícia e em entregas. Agora a empresa fará testes semelhantes em Valência, na Espanha.

“Como não há duas cidades iguais, é vital ver a questão da mobilidade de várias perspectivas. Nossa pesquisa em Valência ajudará a entender os benefícios do uso de frotas pequenas e médias movidas a energia elétrica”, afirma o presidente e CEO da montadora para a Europa, Steven Armstrong.

A Ford investirá US$ 11 bilhões no lançamento de 40 veículos híbridos e elétricos até 2022 e sua parceria com a comunidade e a cidade de Valência estava prevista nesse aporte. Dentro da cidade a Ford vai explorar a capacidade que a Transit híbrida plug-in tem de rodar mais de 50 quilômetros exclusivamente no modo elétrico.

Além da possibilidade de recarga em tomada, ela tem um motor 1.0 EcoBoost a gasolina para gerar energia às baterias quando necessário. Os experimentos na cidade espanhola terão como foco a aplicação da Transit Phev em frotas pequenas e médias. Para viagens mais longas o motor a gasolina recarrega as baterias e aumenta a autonomia.



Tags: Ford, Transit, Phev, híbrida, plug-in, EcoBoost, Steven Armstrong.

Comentários

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

AB Inteligência