Automotive Business
Siga-nos em:
AB Inteligência

Notícias

Ver todas as notícias
Ford renova linha Ka com versão Freestyle
Versão Freestyle amplia linha Ka e transforma modelo com atributos de SUV

Lançamentos | 28/05/2018 | 05h09

Ford renova linha Ka com versão Freestyle

Compacto com comética de utilitário chega em julho e tem pré-venda com preço a partir de R$ 67,9 mil

SUELI REIS, AB | De Tatuí (SP)

A Ford inicia na segunda-feira, 28, a pré-venda do Ka Freestyle, mais novo integrante da família Ka. O nome da versão, que teve origem no EcoSport, foi apresentada em janeiro deste ano e traz itens cosméticos que pretendem transformar o modelo em um utilitário compacto ou CUV, de Compact Utility Vehicle, agregando mais uma opção ao já bastante vasto mundo dos SUVs. Com isso, a Ford quer agregar seu hatch compacto ao segmento que mais cresce nos últimos anos no mundo e também no Brasil: em 2017, o volume de vendas desses modelos subiu 21% com relação ao ano anterior e este ano, até abril, as vendas já são 22% maiores sobre igual período do ano passado.

Projetado como carro global, o Ka Freestyle está sendo lançado nos mercados brasileiro e da América do Sul, bem como em países da Ásia - o projeto chegou primeiro na Índia. Na Europa, foi apresentado em março com o nome Ka+ Active durante o Salão de Genebra e será lançado até o fim deste ano (leia aqui).

Segundo o responsável de marketing da Ford no Brasil, Mauricio Greco, o Ka Freestyle está posicionado como utilitário da categoria B-hatch: “O segmento tem atualmente participação de 5% do mercado total de veículos leves no Brasil, mas seu potencial é para uma fatia de 22%”, afirma.

Com chegada às concessionárias em julho, o Ka Freestyle tem preços a partir de R$ 63.490 na opção com câmbio manual e de R$ 67.990 para a versão com transmissão automática. Para a pré-venda que inicia nesta data, a Ford oferece taxa zero e mais 24 prestações, com entrada (sinal) de R$ 2 mil para confirmação da compra, com as três primeiras revisões por conta da montadora.

FOCO NA ECONOMIA


Equipado com o novo motor 1.5 de três cilindros de 136 cv (etanol) ou 128 cv (gasolina) que recentemente começou a ser produzido em Taubaté (SP), o Ka Freestyle é segundo modelo da marca a utilizar o propulsor, que estreou no novo EcoSport lançado em 2017 (leia aqui). No compacto, ele vem acompanhado com duas opções: a transmissão automática 6F15, de seis velocidades, a mesma também utilizada no EcoSport, ou a nova transmissão manual MX65, que tem sua primeira aplicação na América do Sul: 9kg mais leve que a versão anterior AB5, o que ajuda a reduzir o consumo de combustível.

O engenheiro Gilberto Geri aponta que um dos grandes atributos do Ka Freestyle é a economia: comparativos mostram que o modelo tem melhores taxas com relação aos concorrentes HB20X 1.6 e Onix Activ 1.4. “Com o Onix tivemos um empate técnico, mas o HB20X é bem pior em termos de consumo”, afirma.

EXCLUSIVIDADES


O Ka recebeu uma série de mudanças exclusivas para a versão Freestyle: os pneus são maiores com relação às demais versões da linha, com modelos 185/60R15; há maior diâmetro na barra estabilizadora, de 23 mm, com altura livre do solo em 188 mm, além de eixo traseiro 30% mais rígido e coxinização do motor com amortecimento hidráulico.

A fim de elevar sua segurança, há reforços estruturais adicionais nos pilares e teto da carroceria, com a utilização de aços especiais de alta resistência e baixa liga, incluindo o reforço do assoalho, além do aumento da espessura em até 1,2mm, tornando o carro mais seguro em termos de absorção e resistência a impactos. Internamente, o Ka Freestyle terá seis airbags, dos quais dois frontais laterais e dois de cortina são novidades.

Além de itens como controle eletrônico de estabilidade e tração (ESC + TCS), a versão traz controle de inclinação para ajuste de velocidade (ARP, Active Rollover Protection), assistente de partida em rampas (HLA), sensor de ângulo de deriva (YAW) que estima rolagem da carroceria em função da aceleração lateral e que atua nos freios individualmente, reduzindo a potência do motor. Sensor de ré, de estacionamento traseiro e seta no retrovisor também fazem parte dos itens disponíveis.

No quesito dinâmica, o Ka Freestyle traz direção com assistência elétrica e os sistemas inteligentes Pull Drift Compensation (PDC), que reduz torque no volante em situação de inclinação lateral do piso, ajudando a compensar variações ou a sensação de que o carro está puxando, causadas por configuração de suspensão, vento e diferentes inclinações de estradas; e o Active Nibble Control (ANC), que compensa e atenua vibrações no volante causadas por pequenos desbalanceamentos.

O compacto também será equipado com a versão do Sync 3, central multimídia dotada de tela de 6,5 polegadas sensível ao toque, que permite conexão com Apple Car e Android Auto, entre outros aplicativos, além de duas portas USB de carregamento rápido localizadas no console central.

MUDANÇAS À VISTA


Embora a Ford prefira não estimar o quanto projeta que as vendas do Freestyle represente na linha Ka, composta pelas carrocerias hatch e sedã, o diretor de marketing Maurício Greco indica que na concorrência essa participação (de versões desse tipo) varia de 15% a 18%.

Com o Freestyle a Ford deixará naturalmente de produzir o Ka Trail, primeira versão aventureira do modelo. Além disso, o executivo adianta que a montadora vai reposicionar a linha Ka para que atue em novas faixas de preço: a versão de entrada S, ano/modelo 2018, que hoje custa R$ 44.780, passará para a próxima versão com mais itens: ajuste de altura do banco do motorista, vidro elétrico dianteiro, quatro alto-falantes, computador de bordo e iluminação do no porta-luvas. Segundo o executivo, esses equipamentos têm custo de R$ 710, perfazendo um total de R$ 45.490 no preço final do carro para a versão 2019.

“A versão de entrada do Ford Ka mantém o mesmo preço com mais equipamentos”, enfatiza Greco.





Tags: Ford, Ka, Ka Freestyle, EcoSport, utilitário compacto, Onix, HB20X.

Comentários

  • Gian

    Ka... R$70k ... kkkkk ... É incrível aonde chegamos, os "carrinhos" de entrada sendo comercializados a partir dos R$50k ...

  • mariojose

    Em2016 recebi minha carta e iria mesmo comprar um ka mas nâo quiseram comprar meu usado optei por outro modelo a contra gosto que aceitou , fui agora ver e novamente o valor foi menos que o esperado , mas estou esperando os modelos 2019 chegar e dai vou fazer uma varredura em varias concessionarias até achar uma que possamos fazer um bom negocio pois acho um carro muito bonito , bom e confortável e seguro .

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

AB Inteligência