Automotive Business
Siga-nos em:
AB Inteligência

Notícias

Ver todas as notícias
Jurid crescerá 30% na reposição em 2018
Jurid chegou ao Brasil nos anos 1960 e produz em Sorocaba (foto) desde 1982. Fabrica pastilhas, sapatas e fluidos para freio

Indústria | 28/05/2018 | 20h48

Jurid crescerá 30% na reposição em 2018

Fabricante de itens para freio também prevê alta na venda às montadoras e exportações

MÁRIO CURCIO, AB

A Jurid do Brasil prevê aumento acentuado das vendas em 2018: “Devemos crescer cerca de 30% no mercado de reposição e algo entre 20% e 30% no fornecimento às montadoras”, estima José Roberto Alves, diretor geral da companhia especializada em freios instalada em Sorocaba (SP).

A alta do dólar em tese amplia a perspectiva de quem exporta, mas Alves é cauteloso: “Em princípio não altera nossos planos. Tenho sim uma expectativa de crescimento de 15% a 20% nas exportações, mas isso por causa de negócios com a América do Norte e vários países da América Latina. O dólar sobe, mas cai”, recorda o executivo, que acredita na estabilização da moeda estrangeira abaixo dos R$ 3,50.

A unidade do interior de São Paulo fabrica pastilhas, sapatas e fluidos de freio. Tem produtos para veículos leves e pesados. Atua com componentes de três marcas: Jurid, com preços intermediários e uma linha mais ampla, inclusive com fornecimento a montadoras; Stop, com produtos mais acessíveis para o mercado de reposição; e Ferodo, com produtos premium para reposição, e que acaba de entrar no Brasil com pastilhas e fluidos importados (veja aqui).

A Jurid chegou ao Brasil nos anos 1960 e está instalada desde 1982 em Sorocaba, onde produz sapatas, pastilhas e fluidos para freio. Em 2014 foi comprada da Honeywell pela Federal-Mogul (veja aqui). No início de 2018, outra fabricante de freios, a Fras-le (pertencente ao Grupo Randon), teve a aprovação do Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) para adquirir da Federal-Mogul a participação majoritária da unidade, 80,1% (veja aqui).

“Com a aquisição em 2014 pela Federal-Mogul passamos a ter mais acesso à tecnologia de produtos”, afirma Alves. Um dos desdobramentos foi o início da produção, em 2016, de pastilhas Ferodo em Sorocaba. Ainda de acordo com o executivo, a forte participação da Federal-Mogul na Europa abre caminho para a produção e fornecimento no Brasil de componentes desenvolvidos no Velho Continente.



Tags: Jurid, José Roberto Alves, Ferodo, Stop, pastilhas, sapatas, fluido, Federal-Mogul, Fras-le.

Comentários

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

ABTV

AB Inteligência