Automotive Business
Siga-nos em:
AB Inteligência

Notícias

Ver todas as notícias
Mais Alimentos financia motos em até 10 anos
Entre os modelos financiáveis pelo programa está a Honda CRF 230, exclusiva para uso fora-de-estrada

Crédito | 29/06/2018 | 19h56

Mais Alimentos financia motos em até 10 anos

Programa do governo tem juros de 0,5% e 4,6% ao ano para famílias agrícolas

REDAÇÃO AB

A partir de segunda-feira, 2 de julho, motos fora-de-estrada ou de uso misto com cilindrada de 150 a 250 cc poderão ser parceladas em até dez anos pelo Programa Pronaf Mais Alimentos do governo federal. A modalidade de financiamento favorece apenas famílias agrícolas cadastradas no programa e oferece taxas de juros bem baixas, que variam entre 0,5% e 4,6% ao ano.

Além do prazo de 120 meses para pagar, o Pronaf oferece carências até 36 meses. As motos disponíveis pelo programa são fabricadas em Manaus por Honda e Yamaha, que estão cadastradas no site da Sead/Pronaf. Pela Honda, os modelos participantes são NXR 160 Bros, XRE 190 e CRF 230F (fora-de-estrada). Aparentemente, a Honda CRF 150 não entrou no programa porque sua produção foi interrompida nos meses de abril e maio.

Os modelos Yamaha que participam do programa são a XTZ 150 Crosser, a XTZ 250 Lander e a XTZ 250 Ténéré. A fora-de-estrada TTR 230 não foi incluída no Mais Alimentos. O programa do governo federal também permite a aquisição de outros produtos desse tipo. Da Honda é possível comprar o quadriciclo TRX 420 Fourtrax e motores estacionários a gasolina (para geradores de energia e bombas d’água, por exemplo) com potência entre 1 e 22 hp.

Da Yamaha estão disponíveis motores de popa também a gasolina (de dois e quatro tempos) com potência entre 15 e 90 hp. Marcos Fermanian, presidente da Abraciclo (associação que reúne fabricantes de motos em Manaus), recorda que existem 4 milhões de famílias agrícolas cadastradas no Mais Alimentos e que as motos, quadriciclos e outros produtos beneficiados pelo programa já são bastante usados no campo e atividades pesqueiras.

“O crédito dá aos agricultores o acesso a produtos mais modernos, com melhor desempenho e garantia de fábrica”, recorda Fermanian. Em 2014 as motos também foram incluídas neste mesmo programa do governo federal. Contudo, os créditos não foram liberados e no ano seguinte as motocicletas foram excluídas do Mais Alimentos.



Tags: Motos, motocicletas, Pronaf, Mais Alimentos, Honda, Yamaha, NXR 160 Bros, XRE 190, CRF 230, XTZ 150 Crosser, XTZ 250 Lander, XTZ 250 Ténéré, quadriciclo, Foutrax, motores estacionários, motores de popa, Abraciclo, Marcos Fermanian.

Comentários

  • Ranglys

    Muitobom esse financiamento mais onde moramos motos maiores são melhores devido as estradas ruins queria poder saber se xre 300 entra no programa

  • MárioCurcio

    AmigoRanglys, somente alguns modelos Honda e Yamaha com cilindrada entre 150 e 250 cc entraram para o Mais Alimentos.

  • Andrealdobet Salvalagio

    Querofinanciar no mais alimentos uma bross 160... Mas nos bancos bb nao ta no sistema ainda

  • MárioCurcio

    André,é comum nesses programas ocorrer uma demora entre a abertura (1º de julho) e a real ativação das linhas de financiamento. Um abraço e continue lendo o site Automotive Business.

  • leandro

    Iráentrar em vigor este mês em Santa Catarina?

  • MárioCurcio

    Leandro,este é um programa de âmbito nacional. Mas vale sempre ressaltar: só é válido para famílias cadastradas no programa Mais Alimentos e o único agente financeiro é o Banco do Brasil.

  • Andreluis Basso zanuto

    Essemais alimento so tem propaganda fiz a proposta de financiamento e olha no que deu 5 anos para pagar a moto so garante a metade do valor sendo por outras coisa como garantia sem falar que a moto vale um preço x e eles quer pagar menos ai voce arca com a diferença se pensa q acabou tem mais falam em 3 anos de carência isso não tem...

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

ABTV

AB Inteligência