Automotive Business
Siga-nos em:
AB Inteligência

Notícias

Ver todas as notícias

Internacional | 13/07/2018 | 20h04

Volkswagen faz novas parcerias por carros elétricos na China

Grupo alemão fez acordos de cooperação com FAW, JAC e com instituto de pesquisa de Pequim

REDAÇÃO AB

O Grupo Volkswagen anunciou nos últimos dias três novos acordos para fortalecer seus esforços para oferecer carros elétricos na China, maior mercado de veículos do mundo. A companhia assinou três parcerias: com a FAW, com o Instituto de Pesquisa Chinês de Carros Conectados, sediado em Pequim, e com a JAC – em acordo que envolve a marca Seat. Todas as colaborações pretendem desenvolver veículos elétricos, conectados e autônomos, além de serviços relacionados a estas tecnologias.

Até 2022 a companhia alemã deve totalizar € 15 bilhões em investimentos nessas áreas na China. Boa parte deste montante será aportada por meio das parcerias firmadas no país. As colaborações são ferramentas importantes para que a Volkswagen alcance o objetivo de vender na região 1,5 milhão de veículos com propulsão alternativa em 2025, produzindo localmente 40 novos modelos com estas tecnologias.

“Ao trabalhar com os nossos parceiros estamos desenvolvendo um futuro elétrico, inteligente e sustentável para a mobilidade individual na China”, declarou em comunicado Jochem Heizmann, CEO do grupo no país asiático. “O carro do futuro não será apenas eletrificado. Ele será digital, conectado e cada vez mais capaz de se autoguiar. Isso vai prevenir acidentes, reduzir congestionamentos e diminuir drasticamente a poluição sonora e do ar”, apontou Herbert Diess, CEO global da companhia.



Tags: Grupo Volkswagen, China, carro elétrico, FAW, JAC, parceria.

Comentários

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

ABTV

AB Inteligência