Automotive Business
Siga-nos em:
AB Inteligência

Notícias

Ver todas as notícias
Produção de veículos avança no ano, mas recua em julho

Indústria | 06/08/2018 | 17h30

Produção de veículos avança no ano, mas recua em julho

Volume do mês diminui na comparação com junho ao acompanhar queda das exportações

SUELI REIS, AB

A produção de veículos encerrou os sete meses completos do ano em alta de 13% sobre o volume de mesmo período do ano passado, ao atingir 1,68 milhão de unidades, entre modelos leves e pesados, segundo balanço da indústria divulgado na segunda-feira, 6 pela Anfavea, associação dos fabricantes instalados no País.



- Faça aqui o download dos dados da Anfavea
- Veja outras estatísticas em AB Inteligência



Contudo, o volume isolado de julho, quando as fábricas montaram 245,8 mil veículos, ainda considerando a soma de automóveis, caminhões e ônibus, representou queda de 4,1% sobre junho, quando as fabricantes produziram 256,3 mil unidades. Segundo a Anfavea, o ritmo menor nas fábricas reflete o resultado das exportações, que teve sua primeira queda do ano (leia aqui). Na comparação com julho de 2017 houve alta de 9,3%.

“Tivemos o melhor julho de produção desde 2014. Com este volume acumulado, estamos nos aproximando da média dos últimos 10 anos, que é de 1,76 milhão de unidades”, indica o presidente da Anfavea, Antonio Megale.



No acumulado janeiro-julho, a produção de veículos no Brasil aponta o melhor resultado desde 2015.

O estoque de veículos chegou a 248,7 mil unidades em julho, o que representa 34 dias de vendas, considerando a média de negócios registradas no mês. “Está um pouco acima [do ideal], mas 34 dias de estoque está dentro da normalidade”, observa Megale.

Em julho, do total estocado, 97,6 mil unidades estão nos pátios das montadoras – em junho esse volume era de 81 mil veículos. Já nas concessionárias, o total passou de 159,6 mil em junho para 151,1 mil em julho.

“Os números mostram que os estoques aumentaram mais nas fábricas do que nas concessionárias, o que significa que tem fluxo de loja, há um movimento na rede, que está aproveitando os meses de julho e agosto, que são bons meses sazonais, e se preparando para atender o mercado”, indica Megale.

Já os empregos ficaram praticamente estáveis na passagem de junho para junho, com eleve aumento de 0,3%, ao encerrar o mês com 112,7 mil pessoas empregadas pela indústria automotiva, considerando as fábricas de automóveis e comerciais pesados. Sobre julho de 2017, a indústria nacional aumentou o número de funcionários em 4,1%.

Os números da Anfavea apontam ainda que 826 pessoas ainda estão afastadas de seus postos de trabalho por meio de layoff, 68 a mais do que junho, mesmo mês em que o setor zerou o número de funcionários sob o PSE, Programa de Segurança do Emprego (leia aqui).



Tags: Produção, veículos, exportações, Anfavea.

Comentários

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

AB Inteligência