Automotive Business
Siga-nos em:
AB Inteligência

Notícias

Ver todas as notícias
Mercedes e Renault têm os veículos comerciais usados mais valorizados
Os vencedores da quarta edição do Selo Maior Valor de Revenda - Veículos Comerciais

Mercado | 16/08/2018 | 20h00

Mercedes e Renault têm os veículos comerciais usados mais valorizados

Selo Maior Valor de Revenda apontou os modelos de utilitários leves e caminhões que menos desvalorizaram após três anos de uso

REDAÇÃO AB

Após três anos de uso, o caminhão semileve chassi-cabine Mercedes-Benz Sprinter 415 e o utilitário leve Renault Master Furgão foram os dois modelos de veículos comerciais que menos desvalorizaram, com depreciação de 13,9% e 12,3%, respectivamente, no período apurado desde 2015. Foi o que apontou a quarta edição do Selo Maior Valor de Revenda - Veículos Comerciais, em levantamento realizado com dados da Molicar pela Agência AutoInforme, em parceria com a Editora Frota e Textofinal.

O levantamento deste ano apurou a desvalorização média de três anos de 96 veículos comerciais, sendo 17 utilitários leves em quatro categorias (furgoneta, furgão, camioneta de carga e minibus de passageiros) e outras cinco de 79 modelos de caminhões (semileve, leve, médio, semipesado e pesado). “Para formar o índice de depreciação, foram considerados os preços médios dos veículos zero-quilômetro praticados no segundo trimestre de 2015 e seus modelos correspondentes com três anos de uso – abril a junho deste ano –, geralmente prazo inicial de substituição para fins de renovação de frota”, explica José Augusto Ferraz, diretor da Editora Frota.

Embora o estudo de depreciação seja desenvolvido há mais de 18 anos, a partir dos levantamentos da Molicar, é pela quarta vez que a Autoinforme faz a premiação do setor de utilitários e caminhões. Nas quatro edições, de 2015 a 2018, a Mercedes-Benz foi a maior vencedora, ficou com o título de campeã geral em todas as quatro oportunidades e registrou o melhor valor de revenda em 12 categorias de utilitários e caminhões. Na sequência, a Hyundai venceu em três categorias, duas vezes com a menor depreciação geral. Renault e Volkswagen venceram três categorias cada uma e conquistaram um título máximo. Fiat, Ford, Volvo Scania e Iveco também venceram nas categorias, mas nunca anotaram o maior valor de revenda na classificação geral.

“A depreciação depende de vários fatores: do tamanho do veículo, da marca, da rede de revendedores, do cuidado que a marca tem em relação ao pós-vendas, ao segmento, à origem, ao fato de ter grande volume de venda, à sua aceitação no mercado”, explica Joel Leite, idealizador do prêmio e diretor da Agência Autoinforme.

“Nossa expectativa é que essa certificação possa servir de balizador, para uso de fabricantes e distribuidores de veículos, administradores e proprietários de frotas, bancos, financeiras e seguradoras”, destaca Joel Leite.



OS VEÍCULOS COMERCIAIS USADOS MAIS VALORIZADOS DE 2015 A 2018






Tags: Selo Maior Valor de Revenda Veículos Comerciais, utilitários, furgão, van, camioneta, minibus, caminhão, Autoinforme, Editora Frota, Textofinal, Molicar.

Comentários

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

ABTV

AB Inteligência